sábado, 8 de julho de 2017

Tabu é pra ser batido

Fala galera! A Alemanha faturou a Copa das Confederações no último domingo após bater o Chile na decisão, essa foi a primeira conquista alemã no torneio, que provavelmente teve na Rússia sua última edição, já que a Fifa dá mostras de que no Catar não organizará mais o evento.

Junto com o título, os germânicos carregam um tabu que, em caso de extinção da Copa das Confederações, terá a última chance de ser quebrado no próximo ano. Desde 1992, quando foi criada a competição, ainda com o nome de Copa Rei Fahd, a seleção campeã não venceu a Copa do Mundo seguinte.

Em 92, na primeira edição disputada na Arábia Saudita, que também abrigou as edições II e III do torneio, Argentina e Arábia fizeram a final, com vitória argentina. Na Copa de 94, nos Estados Unidos, ambas caíram nas oitavas de final, a primeira para a Romênia, a segunda para a Suécia, que por sinal, se enfrentaram na fase seguinte.

Alemanha fatura a Copa das Confederações 2017
Já em 95, a Dinamarca bateu a Argentina na final da 2ª edição por 2x0. E na última edição disputada na Arábia, em 97, já sob a chancela da Fifa, o Brasil fez 6x0 na Austrália, que nem ao Mundial da França foi. O time europeu campeão em 95 foi eliminado pela seleção canarinho nas quartas de 98, a Argentina caiu diante da Holanda, também nas quartas. Restava ao Brasil quebrar o tabu, mas fomos derrotados na final pela França.

O ano de 1999 presenteou o México como país-sede e como campeão, ao derrotar a nossa seleção na decisão por 4x3. Já em 2001 a França superou o Japão em Yokohama e manteve o tabu vivo ao cair ainda na primeira fase da Copa do Mundo seguinte. Já o México foi derrotado pelos seus maiores rivais na América do Norte, os Estados Unidos, nas oitavas.

A França voltou a faturar a Copa das Confederações em 2003, quando jogou em casa, e essa foi a última edição disputada fora do país-sede da Copa seguinte. Em 2005 deu Brasil com folga em solo alemão. Na Copa, o Brasil caiu nas quartas diante da França, que por muito pouco não quebrou o tabu, já que perdeu a decisão para a Itália nos pênaltis.

Em 2009 e 2013 deu Brasil, o maior campeão do torneio, com quatro conquistas em 10 edições. Mas nas Copas seguintes caímos para a Holanda, em 2010, e no fatídico 7x1 para a Alemanha, em 2014.

A Alemanha é a seleção a ser batida no ano que vem, tem uma base forte, um time B - que foi campeão semana passada - com peças de reposição à altura, o melhor elenco do mundo, provavelmente. Está virtualmente classificada para a Copa, fato que deve ser consumado na próxima rodada dupla, que acontece em setembro. Mas tem um tabu que eu prefiro acreditar que não será quebrado, já que caso isso aconteça, o hexa não virá.

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...