quinta-feira, 20 de abril de 2017

Ponte Aérea Rio x Osasco

Fala galera! Após a vitória do Rio de Janeiro sobre o Minas no quinto jogo da semi final da Superliga Feminina de Vôlei, a decisão da competição, agendada para o próximo dia 23 de abril, na Arena HSBC, no Rio, parece uma saga interminável. Pela 11ª vez nos últimos 13 anos, Rio e Osasco decidirão a competição.

O Rio chega à sua 13ª decisão seguida, venceu nove delas. Osasco jogou a decisão 14 vezes nos últimos 16 anos, venceu cinco delas, sendo três contra o mesmo Rio de Janeiro, que deu o troco em sete oportunidades.

Se o tal do ranking da CBV - aquele que a cúpula da confederação insiste em dizer que funciona, e os clubes insistem em aprovar - funciona... ele só funciona para nivelar as demais equipes, essas duas não entram na conta. Salvo os intrusos Praia Clube (no ano passado) e Sesi (2014), só dá a dupla decidindo título.

E se isso é bom para o esporte, eu não sei mais o que é ruim. Imaginar que um investidor coloque seu nome em uma equipe sabendo que a mesma não chegará na final, ou pelo menos acreditando que ela não chegará, é um pouco utópico.

Ou a CBV muda os critérios do ranking, com ou sem aprovação de clubes "comprados", ou essa ponte aérea ainda terá muitos voos.

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...