quarta-feira, 22 de março de 2017

Uma nova Fórmula 1

Fala galera! A espera acabou! Vem aí a Temporada 2017 da Fórmula 1 com algumas novidades que podem – ou não – acabar com o domínio da Mercedes. A equipe alemã conquistou com sobras as temporadas de 2014, 2015 e 2016 (com Hamilton sendo campeão nas duas primeiras e Rosberg na última) e após a aposentadoria do atual campeão, Toto Wolff e cia buscaram Valtteri Bottas, revelação finlandesa e considerado pela mídia especializada um potencial campeão da categoria.

Para se ter uma ideia, das 59 provas disputadas nos últimos três anos, a Mercedes venceu 51 (86%), sendo que Hamilton subiu ao lugar mais alto do pódio em 31 ocasiões e Rosberg em 20. Os únicos a quebrarem essa hegemonia foram Daniel Ricciardo (com quatro vitórias em Canadá/2014, Hungria/2014, Bélgica/2014 e Malásia/2016), Sebastian Vettel (com três vitórias em Malásia/2015, Hungria/2015 e Singapura/2015) e Max Verstappen, em sua estreia na Red Bull, vencendo o GP da Espanha de 2016.

Em um primeiro instante a impressão é de que a Ferrari – que terminou em primeiro em quatro dos oito testes de pré-temporada – colou nessa briga, com destaque para Kimi Raikkonen, que voltou a andar rápido. A Williams, que conta com o retorno do “aposentado mais rápido do oeste”, Felipe Massa, aparece logo atrás nessa disputa, com chances de beliscar uns pontinhos na temporada.

Os destaques negativos da pré-temporada são a Sauber, que continua na rabeira do grid, e a McLaren, que não vive uma boa relação com os motores Honda. Lembrando sempre que a Manor, que disputou as últimas temporadas sem muito sucesso, não estará presente nessa temporada.

As principais mudanças técnicas da temporada buscam aumentar a velocidade dos carros. Pneus mais largos proporcionando mais aderência, asas que buscam maior lastro aerodinâmico e estabilidade, além de motores com desenvolvimento ilimitado, ao contrário das temporadas anteriores.

Tudo isso promete fazer com que a Temporada 2017, seja a melhor dos últimos anos, e caso isso não seja possível, que seja pelo menos mais disputada.


Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...