sábado, 18 de março de 2017

O sentimento de um dia histórico

Quando o narrador do ginásio da Faefid anunciou que tinha início a partida de número 135 da Superliga, a primeira das quartas de final entre Juiz de Fora Vôlei e Funvic Taubaté, a história estava sendo escrita na cidade mineira. Com todas as cadeiras ocupadas - e mais qualquer espaço vazio possível - começava pela primeira vez na história uma partida de playoff em Juiz de Fora.

Um projeto duradouro, que completa seis temporadas seguidas na elite do vôlei nacional, já garantido na competição do ano que vem, mas que por diversas vezes esteve por um fio. Vou mais além, se não fosse o esforço dos dirigentes da equipe, inclusive com sacrifícios financeiros pessoais, não teríamos mais o JF Vôlei na Superliga A, não veríamos o principais jogadores do mundo em Juiz de Fora.

Equipes alinhadas para o Hino Nacional
Se no ano passado ficamos perto da queda, esse ano, com a parceira feita com o Sada Cruzeiro, o sonho do playoff era muito real e acabou acontecendo. E não basta classificar para a fase decisiva, o torcedor é exigente, lota ginásio, torce, vibra, e quer o resultado independente do adversário.

Com vitórias convincentes contra adversários nacionalmente conhecidos como Minas, Maringá, Montes Claros e o próprio Funvic, a equipe cresceu, emocionou, empolgou o público. Na partida de hoje foram 600 espectadores, lotação máxima, e uma hora antes da partida já não existiam cadeiras vazias... um show!

Ah... e sobre o jogo... pouco importa o resultado, a história foi escrita, e vencendo ou ganhando, essa equipe já faz parte do coração de todo juizforano apaixonado por vôlei. Foi uma partida dura, ao contrário do que muitos imaginavam. Se de um lado tinha Lucarelli, Wallace, Lucas Loh, Éder e Rapha, do outro tinha Renan - em um dia pouco inspirado - e sua trupe, o líbero Juan sempre levantando a torcida com suas defesas, o técnico Henrique Furtado e sua equipe promissora.
Marcelo Mendes conversa com Wallace após o jogo
Será que tem vaga pra ele no Sada?

O placar final marcou 3x0 pro Funvic (27x29, 23x25 e 18x25), poderia ter sido diferente se o time de Juiz de Fora não tivesse cometido erros bobos nos pontos finais dos dois primeiros sets. Prevaleceu a experiência que deu a Wallace o troféu Viva Vôlei como melhor da partida. A garotada mineira mostrou que pode jogar de igual pra igual contra qualquer um, seja com a camisa juizforana, seja com a camisa do Sada, time que detém o direito da maioria dos atletas.

Se ano que vem eles ficarão na Zona da Mata ou não, só o tempo vai dizer, a única certeza é que Marcelo Mendes - que estava na arquibancada acompanhando a partida - tem uma geração fantástica em suas mãos, e a diretoria do JF, independente da classificação, já tem o nosso respeito e admiração.


COM A PALAVRA...

... Fábio Paes (líbero do JF Vôlei)
"Eles vieram com a mesma filosofia de forçar o saque na gente. Acho que a gente conseguiu segurar horas ali bem a recepção, mas o que fez a diferença hoje foi o ataque, eles foram mais felizes no ataque. Foi um jogo decidido em detalhes".

... Cezar Douglas (técnico do Funvic)
"Sem os tempos do oitavo ponto e do décimo sexto, a gente tem que aumentar a comunicação durante os tempos técnicos e dos rodízios. Teve uma estratégia bem definida do Juiz de Fora, não vou nem citar porque a gente precisa se preparar para a próxima partida e saber que eles usaram de uma certa estratégia que funcionou. Temos que tomar cuidado e sair dela mais rápido do que saímos hoje".

... Rapha (levantador do Funvic)
"Tivemos um jogo muito difícil hoje aqui. A escolha de Taubaté de jogar a primeira fora foi muito difícil, porque o time jogando em casa, com aquela torcida , nos ajuda muito, assim como Juiz de Fora aqui, com essa torcida maravilhosa, fazendo um espetáculo sempre. Isso valoriza ainda mais nossa vitória".

... Henrique Furtado (técnico do JF Vôlei)
"Senti o grupo focado, senti o grupo lutando, senti o grupo guerreiro, da mesma forma que fizeram durante o campeonato inteiro. É necessário evoluir principalmente no ataque para a próxima partida".




Ficha Técnica

Juiz de Fora Vôlei 0 x 3 Funvic Taubaté
Ginásio da Faefid - Juiz de Fora (MG)
Troféu Viva Vôlei: Wallace (Funvic)

JF Vôlei: Rodrigo, Renan, Ricardo, Rammé, Diego, Bruno e Fábio Paes; Entraram: Juan, Adami, Moreno e Drago.
Técnico: Henrique Furtado

Funvic Taubaté: Rapha, Wallace, Lucas Loh, Lucarelli, Otávio, Éder e Mário Júnior; Entraram: Gelinski, Renan e Matheus.
Técnico: Cezar Douglas

Próximas partidas da série
23/03 - Funvic x JF Vôlei - 21h55 - Rede TV!
27/03 - Funvic x JF Vôlei - 18h30 - Sportv
01/04 - JF Vôlei x Funvic*
06/04 - Funvic x JF Vôlei*
* se necessário

Luiz Paulo Knop
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...