terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Copa Brasil tem início com Sada Cruzeiro invicto na temporada e buscando mais um título

Nesta terça-feira, a 5ª edição da Copa Brasil de Voleibol Masculina terá seu início. Competição disputada em 2007, com volta anual em 2014, é a competição 100% mata-mata do esporte e, para variar, tem o Sada Cruzeiro como o maior campeão, com 2 títulos.

Para este ano, a competição está reduzida em relação à edição passada, quando 10 equipes participaram da disputa. Em 2017, apenas 7 equipes competirão para decidir o campeão, no dia 21, em Campinas/SP.

Na primeira etapa da competição, o G-7 do turno da Superliga se enfrenta, com exceção do Vôlei Brasil Kirin, que é equipe sede e entra apenas nas semifinais. Confira a tabela da competição:

Quartas de Finais:
10/01 – 19h no Ginásio da Vila Leopoldina (São Paulo/SP): Sesi-SP x JF Vôlei
10/01 – 20h no Ginásio Tancredo Neves (Montes Claros/MG): Montes Claros x Funvic/Taubaté
11/01 – 20h no Ginásio do Riacho (Contagem/MG): Sada Cruzeiro x Lebes/Gedore/Canoas

Semifinais: (Ginásio do Taquaral – Campinas/SP)
19/01 – 19h: Brasil Kirin x Sada Cruzeiro ou Lebes/Gedore/Canoas
19/01 – 21h30: Sesi-SP ou JF Vôlei x Montes Claros ou Funvic/Taubaté

Final:
21/01 – 16h30 no Ginásio do Taquaral (Campinas/SP): Vencedor SF1 x Vencedor SF2

Com Wallace e Éder, Sada Cruzeiro foi o
campeão da competição em 2016
Você se lembra das outras edições da Copa Brasil? O Resenha Esportiva ajuda você a lembrar. Vamos nessa?!

Primeira Edição

No ano de 2007, a Copa Brasil foi pela primeira vez disputada, com toda a competição acontecendo em Joinville/SC. Com 4 times na disputa, a primeira fase foi uma disputa onde Sada Betim, Cimed, Minas e Unisul se enfrentaram. Após a disputa, aconteceu a final da competição, entre Cimed e Minas TC.

O título ficou com a equipe de Florianópolis, o Cimed, que bateu o atual campeão da Superliga com um time que tinha jovens como Bruninho de levantador e Evandro de Oposto.

Com 21 anos, o filho de Bernardinho foi o primeiro
campeão da Copa Brasil com o Cimed
A partir de 2014

Disputada de forma anual, o torneio passou a juntar os times melhores posicionados do turno da Superliga vigente. Em 2014, juntou os oito primeiros colocados em chaveamento comum (1º x 8º, 2º x 7º, …)

Com as quartas de finais disputadas nas casas dos times de melhor campanha, a fase final teve Maringá/PR como sede, mas com o time anfitrião sendo eliminado antes dessa etapa. Nas semis, o Sesi-SP bateu o APAV Canoas e o Sada Cruzeiro venceu o BVC Campinas.

Na grande decisão, vitória do Sada Cruzeiro por 3 x 2 contra o Sesi-SP em um jogão, que a TV Globo transmitiu com a narração de Luis Roberto, como você pode acompanhar aqui.

O ano de 2015 marcou a estreia do UFJF (atual JF Vôlei), Montes Claros, Vôleisul e do Funvic/Taubaté na competição. Com fase final disputada no Ginásio do Taquaral (Campinas/SP) pela primeira vez, a semifinal teve uma zebra das grandes, com o Sada Cruzeiro sendo eliminado pelo Funvic/Taubaté.

Na final, clássico paulista entre as equipes de Campinas e Taubaté, e a equipe que eliminou o todo poderoso Cruzeiro foi melhor, vencendo por 3 x 0 na casa do adversário, em um time que tinha Dante, Sidão, Maurício Souza e Lipe.


No ano passado, competição inchada com 10 equipes, com fase classificatória e quartas de finais disputadas na casa do time de melhor campanha. A etapa final foi mais uma vez disputada em Campinas, e prenunciou a final da Superliga que viria a ser disputada meses depois, entre Sada Cruzeiro e Brasil Kirin.

A equipe do Sada Cruzeiro bateu o mandante por 3 sets a 1 e se sagrou bicampeã do torneio, primeiro time a conseguir o feito.

Nesta quinta edição, 7 times estão na disputa. Será que o Sada Cruzeiro será batido por Sesi, Montes Claros, Brasil Kirin, Taubaté, JF Vôlei ou Canoas?

Enrico Monteiro
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...