quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

Atropelou o calendário

Fala galera! Hoje o Atlético Nacional de Medellín fez sua primeira partida pelo Mundial de Clubes 2016, o time colombiano, que ganhou a simpatia dos brasileiros após o “episódio Chapecoense”, perdeu para o Kashima Antlers, do Japão, por  3x0 e vai disputar o terceiro lugar da competição.

Na única vez que o Nacional disputou a decisão do Mundial, ele perdeu para o Milan de Maldini, Baresi, Costacurta, Donadoni, Rijkaard e Van Basten (Gullit não jogou a decisão), por 1x0, gol marcado por Evani aos 14 minutos do segundo tempo da prorrogação, mais um pouquinho e teríamos disputa de penalidades.

Aquele Nacional tinha Higuita, Escobar, Herrera, Gómez e Trellez, era a base da Seleção Colombiana que se classificaria para a Copa de 90 e que encantaria o mundo anos depois ao bater a Argentina por 5x0 em Buenos Aires, no Monumental de Nuñez. Era também a equipe bancada por Pablo Escobar, narcotraficante de maior sucesso – se é que podemos falar dessa forma – da Colômbia, talvez do mundo.

Mas o que me chama a atenção no Nacional de hoje, além dos ótimos jogadores, é a forma como a Federação Colombiana trata o calendário do futebol local – pasmem, o Brasil é melhor.

Acreditem ou não, no último domingo, três dias antes da partida de estreia da equipe no Mundial, o Atlético disputou a semi final do Colombiano – obviamente teve que colocar um time reserva/juvenil.  Perdeu para o Santa Fé, acabando com as chances de ser campeão, mas se tivesse se classificado, a primeira partida da final seria hoje, no mesmo dia da primeira partida no Japão. Como pode? Quer dizer que na Colômbia, ter sucesso internacional quer dizer abrir mão de ser campeão nacional?

Muitos podem falar que no Brasil também aconteceria o mesmo, pois a última rodada do Brasileirão foi no dia 11, mas é importante lembrar que ela só foi adiada para essa data por motivo de força maior, e não tenho dúvidas que se algum time brasileiro estivesse na disputa, a CBF daria um jeito.

O povo colombiano, diante de tudo que fez, não merece a organização que a sua federação demonstrou, e o Nacional, mereceu a nossa torcida.


#GraciasColombia #AtleticoNacional #VamoChape #ForçaChape
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...