quinta-feira, 11 de agosto de 2016

Placares em branco

Ao término da participação das Seleções Brasileiras de futebol, tanto masculina quanto feminina, podemos fazer uma análise dessa primeira parte da trajetória. E algo em comum entre elas foi o fato de terem enfrentado as respectivas Seleções sul-africanas com placar final zerado.

Pelas características desses confrontos, podemos traçar um paralelo e entender os motivos desses empates e porque ao final dos embates a equipe liderada por Neymar recebeu vaias enquanto o time de Marta recebeu aplausos:

- Para a equipe masculina, a partida foi a estreia. Sabemos que estreias podem ser complicadas e equipes africanas podem aprontar surpresas em Jogos Olímpicos. Já a equipe feminina fazia seu encerramento e estava classificada quando enfrentou as africanas, entrando em campo com um time recheado de reservas. Psicologicamente pode ter afetado o desempenho.

- Ambos os times tiveram bons números de posse de bola e finalizações, além de dominarem outros números gerais da partida.

- Finalmente, a equipe masculina conta com Neymar, que é um dos grandes jogadores da atualidade. A equipe feminina conta com Marta, a maior jogadora de todos os tempos.

Então qual a diferença que faz a torcida dar tratamentos tão diferenciados? Simples. A entrega das meninas foi visivelmente maior. Jogaram em prol do coletivo e se doaram dentro de campo. Entenderam que para obter sucesso deveriam focar em cada lance e em cada situação da partida, efeito da própria estrutura precária que o esporte feminino no Brasil, que faz com que essas atletas vivam a superação diariamente. Ao mesmo tempo, Neymar era criticado por visivelmente não se dedicar da forma como a torcida esperava.

Pelo menos os dois times estão classificados. Entre trancos e barrancos e entre superação e dedicação, vamos poder continuar torcendo pelas camisas amarelas em busca desses ouros inéditos!

Em tempo: a Fonte Nova continua segue a sua vocação desde a Copa do Mundo, sendo o grande aumentador de média de gols da competição...
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...