terça-feira, 9 de agosto de 2016

Iniciando a contagem

Rafaela: o primeiro ouro brasileiro nos Jogos
Os Jogos Olímpicos estão rolando com todo o gás e as disputas estão cada vez mais emocionantes. Após o primeiro final de semana, podemos fazer um balanço positivo da competição. Aliás, o balanço pode ser consideravelmente positivo!

Em relação à organização do evento, tudo vai caminhando de forma tranquila, pelo menos para quem está preocupado com as disputas esportivas. Nas disputas, boas surpresas, xodós adotados pelos brasileiros (como a Seleção Angolana de handebol feminino) e "vilões" que caíram em desgraça com a torcida, como acontece com Hope Solo. A goleira americana, por sinal, estava com medo da zica mas não imaginava que ela pudesse ser tão contagiosa...

Nosso futebol masculino segue aos trancos e barrancos, sem desmerecer os iraquianos que fizeram o jogo de suas vidas. Já a turma de Marta vai voando e cada vez mais caindo nas graças do povo. Apesar de ainda não serem as favoritas ao ouro, a posição mais alta no pódio não é uma exigência, já que a entrega em campo garante que o melhor já está sendo feito.

Felipe: inaugurou o quadro de medalhas
Destaque também para as nossas equipes de handebol que vêm demonstrando muita garra e prometem bons desempenhos. Não poderia deixar de falar da ginástica artística que conseguiu um honroso 6º lugar na classificação geral por equipes.

E, naturalmente, os pontos mais altos desses primeiros momentos são as medalhas brasileiras. A prata de Felipe Wu no tiro esportivo abriu caminho para o Brasil tirando o zero do quadro de medalhas. A apoteose desses dias ficou por conta de Rafaela Silva que virou o jogo e de execrada em 2012 passou a ícone por ser a dona da primeira medalha de ouro do país em casa.

E muita coisa ainda vem pela frente. Vamos continuar torcendo e que venham mais medalhas!


Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...