segunda-feira, 22 de agosto de 2016

Até breve

Com o apagar da chama olímpica ontem no Maracanã, chegou ao fim mais um ciclo olímpico. Heróis consagrados e vilões eleitos, vimos o Brasil com a sua melhor campanha na história dos Jogos. É bem certo que não atingimos a meta de ficar entre os 10 primeiros, mas considero que a ausência do atletismo da Rússia pode ter desequilibrado um pouco o quadro de medalhas.

Phelps foi o grande nome dos primeiros dias, Bolt dominou as disputas no período intermediário e o Brasil deu o ar da graça fechando apoteoticamente com as conquistas dos homens no vôlei e futebol nos templos cariocas.

As cerimônias foram um caso à parte, com mensagens à humanidade que fizeram do Rio 2016 uma edição icônica, como bem disse Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional. E a torcida? Ah, a torcida... Fez de cada corrida um Maracanã, cada disputa foi um Fla-Flu, e grandes nomes do esporte mundial puderam sentir o calor que só o brasileiro é capaz de colocar no esporte. Alguns se deram bem, já outros...

De qualquer forma, esse ainda não foi um adeus. É um até breve, afinal de contas agora é hora de nos prepararmos para os Jogos Paraolímpicos. Que nossos atletas brilhem e agigantem o nome do Brasil, como sempre fizeram!

Tenho certeza de que foi emocionante vivenciar esses dias de disputas. Que venham as Paraolimpíadas!

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...