quarta-feira, 13 de julho de 2016

Por amor ao tênis

Fala galera! Se na última terça criticamos o calendário daATP que coloca Hamburgo entre as temporadas de grama e piso duro, chegou a vez de descer a lenha nos Jogos Olímpicos, que hoje não valem pontuação alguma no ranking, tanto da ATP quanto da WTA.

Em 2008 tanto ATP quanto a WTA adotaram pontuação nas disputas do tênis olímpico, e a aceitação foi enorme. Em Pequim o ouro foi de Rafael Nadal, em competição que contou com Novak Djokovic, Roger Federer e cia. Já o título feminino ficou com a russa Elena Dementieva, que bateu a compatriota Dinara Safina na decisão. Em Londres Andy Murray faturou contra Roger Federer a decisão, enquanto que no feminino deu Serena Williams que bateu Maria Sharapova na decisão.

Para 2016 a expectativa era de que o Rio premiasse com os mesmos pontos de 2012, mas por divergências financeiras, tanto ATP quanto a WTA, anunciaram que os jogos não valerão pontuação no ranking, o que já gerou discussão e desistências.

Qual a lógica de se abandonar torneios com pontuação e premiação alta em busca do sonho do ouro olímpico? Será que teremos adesão ou voltaremos ao status de “jogar por amor ao esporte e ao ouro olímpico”?


Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...