terça-feira, 12 de julho de 2016

Debandada hambuguesa

Fala galera! Está rolando o ATP 500 de Hamburgo, na Alemanha, torneio disputado no saibro logo após Wimbledon. Depois dos Grand Slams e dos Masters 1000, o ATP 500 é o torneio de maior pontuação durante a temporada, raramente os tenistas top 20 ficam de fora, mas nesse ano está sendo diferente.

Pra início de conversa, o cabeça de chave número 1 é o alemão Philipp Kohlschreiber, 22º do mundo. Acima dele, o único tenista a disputar uma competição essa semana é David Ferrer, o 13º, que está no ATP 250 de Bastad.

Mas o que causou essa debandada dos grandes tenistas?

Hamburgo sempre foi um ATP 500 no meio do nada... ele é disputado no saibro e acontece entre Wimbledon (grama) e US Open (piso duro), a maioria dos tenistas já começa a se preparar para a temporada norte-americana e evita a disputa alemã. Esse ano ainda tem um agravante, as Olimpíadas, que apesar de não dar pontos ao ranking, chama a atenção de alguns dos melhores tenistas do mundo. Além disso acontece uma rodada da Davis no fim de semana das finais de Hamburgo, um prato cheio para a fuga de atletas da competição.

Ano passado tivemos Nadal campeão, com Fognini (então 32º do mundo) como vice, um nível bem superior, mas que de toda forma não coloca o torneio entre os mais procurados, já que apenas o espanhol era Top 10 na ocasião.


É preciso rever o calendário para Hamburgo, encaixá-lo antes de Roland Garros, ou então rebaixá-lo a ATP 250, para que tenistas de nível inferior não alcancem boas pontuações no ranking graças a disputas de nível inferior.

Por hoje é só!

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...