quarta-feira, 22 de junho de 2016

Soy loco por TITE América...

Ver o Brasil eliminado na primeira fase da Copa América Centenária nem foi a maior surpresa. Ver o técnico despedido por fracassar nesta competição é que me parece surpreendente. Nada parece ter sequencia e também não parece que daqui pra frente vá melhorar da água para o vinho. A decisão da troca nada tem com a falta de resultado em campo e sim, com a falta de tranquilidade fora das quatro linhas.

Não dá para questionar Tite por ter aceitado o convite, mesmo com a presidência que la continua e mesmo depois de ele ter assinado o manifesto contra esta diretoria. Talvez se ele não aceitasse, poderia ficar longe da seleção por tempo demais e ver a carruagem passar a sua frente. Fato é que ele vai como escudo. Vai para proteger e criar uma tranquilidade dentro de campo que alguns precisam até a poeira baixar.

Infelizmente não é por ter uma crença em um determinado tipo de trabalho que Tite assume, mas simplesmente por ser a unanimidade da vez da torcida brasileira, como já foi o Felipão. Para nossa sorte, desta vez é o técnico mais capacitado que temos. Se dará certo já é outra historia. Provavelmente o time terá uma forma mais organizada de jogar, mas será que basta apenas isso para a torcida voltar a se interessar?

Não podemos esquecer que o técnico já sofreu de doenças crônicas como a "empatite". A torcida sabe que o remédio as vezes é amargo, não por gostar de ver o time arrumado de trás para a frente, mas sim porque não temos maiores esperanças ou maiores perspectivas. Culpar apenas o Dunga pelos resultados é tapar o sol com peneira. Os jogadores também são bem responsáveis e este será um grande desafio para o novo treinador. Fazer com que os jogadores voltarem a brilhar os olhos por estarem na seleção. A vontade tem que vir antes.

Não me parece que os jogadores estão muito interessados e não me esqueço da imagem que mais me marcou na Copa América de 100 anos: você lembra de já ter visto algum jogador brasileiro esbravejar, chutar tudo a sua frente e brigar com o técnico por não entrar em campo como fez o Luis Suárez? Precisamos deste espirito para tentar acertar as coisas. Sim, o Dunga é culpado, mas não estava sozinho e há muito tempo que não vejo vontade em nossos jogadores. Isso independe do treinador, na minha opinião vem antes de chegar lá. Dizer que os jogadores não jogavam pelo Dunga é querer jogar tudo em cima dele. Os jogadores sempre jogaram e sempre vão jogar primeiro por eles e ponto. Então se eles não veem valor em lá estar, não vai ser por causa do treinador que verão. Mas é claro que o treinador terá papel nisso, não nego.

Para mim o resultado da Copa América é indiferente, pois não vejo como uma boa competição ou bom parâmetro para o bem, Apenas só dá para tirar conclusões negativas. Que a competição é bem organizada, não resta duvidas. Realmente os americanos são craques nisso. Mas só serviu para o mal, que no nosso caso veio a calhar. Mas imagina um outro treinador sendo crucificado por ir mal. É que já não aguentávamos mais o Dunga. O contraponto é a enganação que foi a Copa das Confederações, levamos o título e foi um engana que eu gosto. Imagine se o Brasil vai bem na Copa América. Estaríamos no mesmo lugar que começamos.

Tomara que de tudo certo e que tenhamos uma seleção melhor, mas acreditar que tudo será melhor é fingir que se mudou o comando do futebol brasileiro. E isso não mudou. Então é vida que segue...

Diego Ribas
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...