segunda-feira, 20 de junho de 2016

Foi por medo de avião

Fala galera! O enredo da música de Belchior, com algumas adaptações, cairia muito bem para o mito do boxe, o maior lutador de todos os tempos, Muhammad Ali. O americano que nasceu Cassius Marcellus Clay Jr., falecido no início do mês, e com cartel de 57 vitórias em 62 lutas, é o personagem de hoje do “Causos do Esporte”.

Corria o ano de 1960 e o jovem boxeador ainda era conhecido como Cassius Clay (se converteria ao islamismo em 1965, adotando o novo nome de Muhammad Ali). Com apenas 18 anos ele se classificou para as Olimpíadas de Roma, mas um grande problema colocava em risco a sua participação: seu medo de andar de avião.

A situação era tão complicada que Cassius chegou a pedir dispensa da delegação norte-americana. Depois de muita insistência o boxeador resolveu embarcar rumo à Europa. A solução encontrada? Clay viajaria com um paraquedas preso às costas tanto no voo de ida quanto no de volta.

A persuasão valeu a pena e futuro campeão mundial voltou de Roma com uma medalha de ouro no peito e um paraquedas nas costas, graças a um medo de avião.


Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...