sexta-feira, 13 de maio de 2016

Aprendendo a fazer dinheiro com o Benfica

Fala galera!

Hoje volto com mais um post pra série "aprendendo a fazer dinheiro". Em 2014, falei como o Southampton se tornou uma máquina de fazer dinheiro, revelando e vendendo por grandes cifras as revelações de seu clube. Quase 1 ano depois, em 2015, foi a vez do Porto, clube que havia lucrado 686 milhões de euros (cerca de 2.5 bilhões de reais pra cotação da época) nos últimos 10 anos. Grande parte desse sucesso nas transferências do clube se deveu à venda de jogadores colombianos, como foi o caso de James Rodriguez, Falcao Garcia e Jackson Martinez.

Hoje quem ensina a "fazer dinheiro" é outro clube português, o Benfica. Se existe um clube no futebol mundial que pode se gabar por saber utilizar e valorizar suas categorias de base, esse é o Benfica. Em apenas dois anos, a equipe portuguesa lucrou 112 milhões de euros (cerca de R$ 448 milhões pela cotação atual) com jogadores criados no Seixal.

Em 2014, os grandes negócios do clube ficaram por conta do goleiro esloveno Jan Oblak e do meia-atacante Bernardo Silva, que se transferiram para Atlético de Madri e Monaco, respectivamente, por 16 milhões de euros (R$ 64 milhões) cada um. Juntos, eles valeram R$ 128 milhões de uma vez só. No ano seguinte, foram as vezes do lateral-direito João Cancelo, do volante André Gomes e do atacante Ivan Cavaleiro rumarem a outros clubes. O Valencia pagou 30 milhões de euros (R$ 120 milhões) pelos dois primeiros, enquanto o Monaco desembolsou mais 15 milhões de euros (R$ 60 milhões) pelo jovem avante de 22 anos do Benfica.

Jóias que renderam boas cifras aos cofres benfiquenses
Agora, noticiado no início desta semana, foi a vez do volante Renato Sanches, de apenas 18 anos, ser negociado pela equipe do Estádio da Luz. O jovem foi quem mais custou ao clube comprador: o Bayern de Munique venceu a concorrência com o Manchester United e gastou 35 milhões de euros (R$ 140 milhões) pelo jogador que já é considerado a mais nova joia portuguesa.

Mas nem só dos garotos da base vive o Benfica. Há muitos casos de jogadores que chegaram bem novos ao clube português, se valorizaram e deram lucros ao time. Como exemplos, podemos citar os volantes Matic, Ramires e Javi Garcia, o zagueiro David Luiz e os meias Di María e Witsel. Matic chegou do Chelsea ao Benfica em 2011 por apenas 5 milhões de euros (R$ 20 milhões). Após se destacar, acabou recomprado pelo time londrino pelo quíntuplo do valor (R$ 100 milhões). Do Cruzeiro, o time da Luz comprou Ramires por 7,5 milhões de euros (R$ 30 milhões) e o vendeu também ao Chelsea em 2010 por 22 milhões de euros (R$ 88 milhões). Com David Luiz, o clube teve lucro de R$ 98 milhões. R$100 milhões no caso de Di Maria e R$ 124 milhões com o belga Witsel.

Somados só esses 6 jogadores, o lucro aos cofres benfiquenses chegou a R$ 512 milhões. Somados aos R$448 milhões com as pratas da casa, o Benfica faturou quase 1 bilhão de reais. É muita grana!

Até a próxima!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...