sexta-feira, 8 de abril de 2016

Kobe Bryant e o adeus à rivalidade de Los Angeles

Fala galera!

Estamos aproveitando que a temporada regular da NBA está chegando aos finalmente para prestarmos mais homenagens à lenda Kobe Bryant, que há alguns meses anunciou sua aposentadoria ao final desta temporada. A equipe de amarelo e roxo de Los Angeles está mal das pernas, ocupando a última posição da Conferência Oeste (com 16 vitórias e 62 derrotas) e a penúltima do geral (só fica à frente do Philadelphia 76ers, que está com 10 vitórias e incríveis 68 derrotas. Dessa forma, faltam 4 jogos para a despedida do Lakers da temporada 16/17 e também para a despedida de Kobe do basquete.

No início da semana, o Luiz Paulo fez um post comentando sobre a rivalidade entre Los Angeles Lakers e Boston Celtics (que pode ser considerada a maior rivalidade da NBA) e sobre os duelos de amor e ódio que esses confrontos nos proporcionaram. Hoje estou pra falar de outra rivalidade, entre as duas equipes de Los Angeles, que fazem parte da Divisão do Pacífico da Conferência Oeste: Lakers x Clippers.

Nesta semana, o Staples Center ficou mais triste. Casa tanto do Lakers quanto do Clippers, seus torcedores viram os dois últimos embates entre as equipes na Era Kobe. Infelizmente - para os fãs e admiradores do basquete praticado pelo camisa 24 - mais duas duras derrotas para seu time. O Lakers atual não é o Lakers que estava acostumado a vencer sempre, o que foi acostumado a ter o Clippers como seu freguês.

Na terça-feira, o Clippers jogando "em casa" (a casa é a mesma, a diferença é apenas jogar com mais torcedores que o rival), venceu por um largo placar de 103 x 81. Kobe jogou por apenas 22 minutos e seus números foram discretos: dois rebotes, duas roubadas de bola, nenhuma assistência e apenas 6 pontos. Na quarta-feira, jogando diante de sua torcida, Kobe viu novamente a derrota, mas desta vez por um placar mais apertado: Clippers 91 x 81 Lakers. Kobe jogou mais - 27 minutos - e terminou a partida como cestinha: foram 17 pontos e o respeito dos torcedores e do Staples Center.

Essa foi a penúltima partida que Kobe fez diante de sua torcida. O Lakers tem agora 4 partidas restantes nesta temporada e apenas a última, diante do Utah Jazz - no dia 13 de Abril - será no Staples Center. Será a última vez que Kobe pisará no estádio em que ele faz história desde 1999. História que pode ser simbolizada pelos próprios jogos entre essas duas equipes. Nos últimos 32 anos (desde a temporada 84/85), nos embates anuais pela temporada regular que as equipes fazem, o Lakers levou a melhor sobre o Clippers em 22 anos. Em 5 anos, o embate terminou empatado. E em apenas 5 anos, a vantagem foi do Clippers. Destes 5 anos, 4 foram os últimos anos, de 2012/2013 pra cá. Isso retrata muito bem a fase de ambos os times e o clima melancólico com que Kobe vai encerrando sua carreira no Lakers. Uma curiosidade bem interessante nessa disputa é que na temporada de 2004/2005, Kobe quase assinou com o Clippers como "free agent", mas acabou renovando com o Lakers.

Vasco x Flamengo. Palmeiras x Corinthians. Brasil x Argentina. LA Lakers x LA Clippers. Todas são rivalidades que ficarão pra sempre eternizadas na memória de quem assistiu, de quem esteve presente, de quem jogou. Kobe com certeza foi o maior astro dessa rivalidade. O cara que fez a diferença, o maior pontuador dos duelos. É lembrado e respeitado. E sempre deverá ser.

A rivalidade perde um de seus principais protagonistas. A rivalidade vai sentir saudades. O Staples Center vai sentir saudades. Nós, mais ainda.

Até a próxima!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...