quinta-feira, 31 de março de 2016

Emoção, torcida e vitória, o JF Vôlei é da elite!

Não foi fácil, como já era esperado... uma temporada que demorou a começar, um campeonato onde a dúvida era rotina, um ano em que o orçamento era uma barreira absurda entre o sonho e a realidade, mas após 7 meses de treinamentos e partidas, o Juiz de Fora Vôlei se garante na elite do vôlei brasileiro por mais uma temporada, a sexta consecutiva.

O jogo contra o Copel Telecom Maringá era decisivo, quem vencesse estaria na Série A, o perdedor amargaria o rebaixamento. O time do Paraná entrou em quadra sob a batuta de um dos melhores levantadores da história do esporte, Ricardinho, e fechou o primeiro set em pouco mais de 29 minutos, marcando 25x23 no placar e abrindo 1x0 na partida.

Na parcial seguinte tudo parecia continuar da mesma forma, com o Maringá abrindo 4x1 logo de início, obrigando o treinador do time local, Alessandro Fadul, a fazer seu primeiro pedido de tempo no set. Mesmo assim os paranaenses continuarão dominando o placar até o 20º ponto, quando o central Diego emendou uma sequencia de saques e virou para o Juiz de Fora, que fechou a contagem em 25x22 em 33 minutos, empatando a série.
  
O terceiro set começou diferente, com o Juiz de Fora dominando o placar. Dessa forma foi até o placar apontar 24x20, era o ponto que daria a dianteira no jogo. Mas assim como em toda a temporada, não foi fácil para os locais... com uma sequencia de saques de Ricardinho, o Maringá diminuiu a diferença para apenas um ponto. Na hora H, quando tudo parecia voltar à estaca zero, o oposto Tiago Maciel explorou o bloqueio e fechou a parcial em 25x23, com 34 minutos, abrindo 2x1 para o time mineiro.

Assim como no set anterior, o quarto começou com o Juiz de Fora mandando no placar. Com o ponteiro Zóio inspirado em quadra e colocando fogo na torcida, os comandados de Fadul chegaram a abrir seis pontos durante o segundo tempo técnico. Vantagem que foi apenas administrada até o fim. Com um toque na rede de Ricardinho, os donos da casa fecharam em 25x20, para delírio de um ginásio lotado, dos jogadores e da comissão técnica, fazendo 3x1 no jogo e garantindo a vaga na elite na temporada seguinte.




COM A PALAVRA...

...Maurício (levantador e capitão do Juiz de Fora Vôlei)
"Foi mais sofrido que em uma final. Na final, se você perde, tudo bem, perdeu uma final, mas ano que vem tem mais. Se perdesse hoje, como que ia fazer na próxima temporada? Esse jogo foi de um valor absurdo."

...Alessandro Fadul (treinador do Juiz de Fora Vôlei)
"A gente encarava essa partida como uma final pra gente. Entramos pra esses dois jogos pra encarar duas finais. Hoje não era tudo ou nada, hoje era tudo ou tudo, só pensávamos na vitória."

...Maurício Bara (diretor técnico do Juiz de Fora Vôlei)
"O que aconteceu esse ano foi extremamente diferente, emocionante. Um time em último lugar, rebaixado com quatro rodadas de antecedência e ainda assim a torcida comparecendo. Eu nunca vi isso em nenhuma equipe do mundo. É por esse carinho que eu vou lutar pra colocar o time em quadra ano que vem. Temos alguns acenos de possibilidades já acontecendo desde já, alguns patrocinadores que entraram pra Seletiva. Isso é um sinal. Mas não garanto que estaremos na Superliga do ano que vem. Eu garanto que não vou fazer o que eu fiz esse ano, esse ano faltou para minha família, eu jurei pra mim mesmo que não farei isso nunca mais. Mas vamos lutar, temos limites, se atingirmos a gente joga, se não atingirmos, ficamos de fora. Importante é que agora temos tempo, ao contrário do ano passado."

...Fábio Paes (líbero do Juiz de Fora Vôlei)
"Eu trabalhei minha cabeça a tarde inteira pra vir e fazer o meu melhor, fiz o aquecimento, senti o clima bom, falei 'hoje vai ser o dia, vou ajudar minha equipe'. Na hora H acabei ficando de fora e a gente sai um pouco frustrado, mas to feliz que o Tatinho fez o trabalho muito bem feito, somos muito amigos e nos ajudamos muito."

...Ricardinho (levantador e capitão do Copel Telecom Maringá)
"Acho que foi meu último jogo, vamos ver, estou velho, eu faço isso aqui por eles, não é por mim."



Ficha Técnica

JF Vôlei 3 x 1 Copel Telecom Maringá
Ginásio da UFJF - Juiz de Fora (MG)

JF Vôlei: Maurício, Igor, Diego, Zóio, Djalma, Tiago Maciel e Tatinho. Entraram: Felipe, Leandrão e Ninão.
Técnico: Alessandro Fadul

Copel Telecom Maringá: 
Ricardinho, Ualas, Exoce, Deivid, Kaio, Luan e Rogerinho. Entraram: Guilherme, Elder, Aureliano, Thiago Gelinski, Alemão e Edinho.

Técnico: Horacio Dileo.

Fotos: Thiago Campos
Texto: Luiz Paulo Knop
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...