segunda-feira, 14 de março de 2016

Caminho interrompido



Quando Marcelo Oliveira foi demitido da função de treinador do Cruzeiro, ouviu-se muito a seguinte frase: “Não era hora de demitir o Marcelo Oliveira, ele mostrou um bom trabalho e ainda tinha um bom caminho à frente do clube.” Marcelo se destacou no cenário nacional ao levar o Coritiba a duas finais consecutivas da Copa do Brasil (2011 e 2012). Esse desempenho chamou a atenção da equipe celeste que o contratou em 2013 em meio a uma reformulação da equipe.

Acontece que Marcelo não só organizou a nova equipe como levou a Raposa a dois títulos do Brasileirão com aquela base (2013 e 2014). Com o desmanche daquela equipe, demandava-se tempo para que o time se tornasse novamente competitivo com vistas a disputar o título brasileiro novamente, o que não aconteceu. Resultado: demissão.

Sorte do Palmeiras, que havia contratado um caminhão de jogadores no início de 2015 e não havia encaixado muito bem as suas peças até então. O alviverde viu em Marcelo o nome ideal para tocar o projeto e logo ao final da temporada já colheu o primeiro fruto, com o título da Copa do Brasil e vaga garantida na Libertadores de 2016.

Tanto se destacou, que os torcedores estavam otimistas na virada do ano, vide a carta do Guilherme ao Papai Noel. Mas a roda gigante, como já é de costume no futebol brasileiro, continuou a girar e cerca de 3 meses depois surge a notícia da nova demissão. Em um período tão curto de tempo, do céu ao inferno. O cara que fez o Palmeiras ser visto no cenário nacional como um dos favoritos novamente foi relegado após a derrota para uma equipe que teve os méritos de jogar de forma aguerrida e heróica.

Enquanto essa mentalidade pequena continuar, certamente o futebol brasileiro continuará a sucumbir diante da desorganização que permeia as decisões que são tomadas nos bastidores. Assim, não vejo uma forma diferente de terminar esse post que não seja  a mesma como iniciei: “Não era hora de demitir o Marcelo Oliveira, ele mostrou um bom trabalho e ainda tinha um bom caminho à frente do clube.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...