segunda-feira, 22 de fevereiro de 2016

Era para ser apenas uma cerimônia de encerramento

O ponto alto do espírito esportivo acontece durante os Jogos Paraolímpicos (ou Paralímpicos para os mais modernos). Afinal de contas, além de toda a emoção da disputa, podemos ver na prática ilustrações de substantivos como determinação, garra e superação.

Após o período de competições, a cerimônia de encerramento dá o tom de resumo do espírito que tomou conta dos atletas e que cativou o mundo inteiro. Na última edição dos Jogos de Inverno em Sochi, na Rússia, um momento ficou marcado justamente pela lição dada.

Após várias peças do famoso jogo Tetris formarem no ar a palavra IMPOSSIBLE (impossível, em inglês), o atleta russo Aleksey Chuvashev, que e cadeirante, escalou uma corda e transformou a palavra em I'M POSSIBLE (literalmente, "eu sou possível", algo no sentido de "eu sou capaz", em tradução livre).



Na mesma cerimônia, outro ponto alto foi o coral infantil entoando o hino russo. Um espetáculo que dispensa apresentações e merece apenas ser assistido.



Esperamos ver o impossível se tornar possível também no Rio 2016!






Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...