sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

Vincent Kompany - muito mais que um zagueiro

Fala galera!
Kompany é zagueiro e capitão da seleção da Bélgica
A lembrança de fazer esse post é curiosa. No ano passado eu já tinha lido algumas coisas sobre a vida fora do campo de Vincent Kompany e achei que daria um post bacana aqui pro Resenha. No entanto, outras pautas foram surgindo e fui adiando essa história do zagueiro belga, até esquecê-la de vez. Eis que no início desta semana estava jogando FIFA16 e contratei o zagueirão do Manchester City para o meu time. No jogo de estreia, assim que a bola rolou, os "comentaristas" Tiago Leifert e Caio Ribeiro falaram da estreia do meu zagueiro e soltaram algo parecido com "Taí a nova contratação do clube. Além de um ótimo zagueiro, tem uns projetos muito interessantes fora do campo". Pronto, lembrei do post e não vou adiá-lo novamente.

Vincent Kompany é um dos zagueiros mais badalados do futebol inglês. Chegou a recusar proposta do Barcelona para se manter no Manchester City. Inclusive já chegou a ter um dos salários mais altos do campeonato inglês e foi eleito o melhor jogador da temporada 11/12, algo raro para um zagueiro. É o capitão da equipe e joga como um verdadeiro xerifão, sempre sério e orientando seu time. Sua história no futebol é "curta", no sentido de que jogou por poucos times. Começou a carreira em 1992 no Anderletch, onde jogou até 2006. De lá foi para o Hamburgo em 2006 e seguiu carreira no Manchester City, em 2008, clube onde se encontra até hoje.

O mais legal de tudo é que o zagueirão usa toda a sua influência e fama dentro das quatro linhas para fazer trabalhos e projetos sociais fora de campo. É muito engajado politicamente, participando sempre das discussões políticas de seu país, sendo considerado um verdadeiro formador de opinião. Não se esconde e sempre emite suas opiniões, até nos assuntos mais delicados, como o ataque terrorista que aconteceu no ano passado, em Paris. Na ocasião, alguns terroristas foram acusados de ter vindo (e estar indo) para Bruxelas ou alguma outra cidade da Bélgica.

Além deste lado político, Kompany investe nos projetos relacionados ao futebol. Aproveitando sua imagem no mundo da bola, Kompany é o dono de um clube da 3ª divisão do Campeonato Belga, o BX Brussels. Junto a isso, desde 2013, ele dá seguimento a um projeto também intitulado de "BX Brussels", e promove diversos campeonatos, nos mais variados tipos de campo, que além de proporcionar uma atividade fora da rotina aos participantes, também fomenta novas gerações de jogadores no país.

Um dos torneios disputados ocorre em quadras de cimento queimado, com linhas feitas de spray e times de cinco jogadores. Os gols são os utilizados no futebol de salão. Além disso, um DJ dá seu ritmo aos dribles da garotada. O ambiente é simples e reflete o verdadeiro futebol das ruas. A equipe campeã da edição 2014 do “5vs5” se chama “Los Matadores”, veio do bairro Schaerbeek e conta com Jason Pascal, Mohamed Walid, Issame Dervis Kaan, Mouad e Ilias. Inclusive segue um vídeo abaixo do acontecimento, pra quem tiver interesse em ver como tudo é muito bem feito e organizado:


A maior beneficiada deste projeto é a própria seleção da Bélgica, que nos útimos anos vem montando uma base muito forte. Prova disso é a boa apresentação na Copa do Mundo de 2014 do Brasil, caindo diante da Argentina nas quartas de final. Seus jogadores estão espalhados pelas principais potências do futebol europeu. Quando se encontram, na seleção da Bélgica, todos são instruídos, estruturados e orientados por seu capitão - Vincent Kompany - que usa de sua influência dentro e fora das quatro linhas.

Até a próxima!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...