segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Um sonho Real

Acho que todo brasileiro amante de futebol sonha um dia assistir um jogo de um grande clube europeu em seu próprio estádio não é? Pois hoje vou dividir com vocês como foi realizar esse desejo.

E foi mais que esperava, o jogo tinha um simbolismo especial. Era o retorno de um grande ídolo agora encarando o desafio de ser técnico de um dos maiores clubes do mundo.

Sim! Zinedine Zidane, Real Madrid, Santiago Barnabéu, que trio! Não poderia haver palco melhor para a estreia de uma estrela. O estádio é monumental, gigante, completamente diferente dos que já conheci. Do quinto anel de arquibancadas - sim, quinto anel! - você assiste ao jogo de uma altura equivalente a um prédio de 12 andares! Eu fiquei no terceiro anel e já era uma visão incrível. Junto a mim mais 71 mil pessoas aguardavam ansiosamente para ver Zizou de volta ao estádio como protagonista. Antes do inicio da partida uma bela homenagem mostrando os melhores momentos do craque com a galáctica camisa 5 inflamou a torcida.

A expectativa era grande para ver o esquadrão que ele escolheria para começar a partida e a entrada dos jogadores no relvado trouxe um pouco de frustração ao ver que nosso conterrâneo Danilo, o biquense mais famoso de todos os tempos, havia ficado no banco de reservas. Mas jogo que segue e por falar em jogo, que jogo!

Camisa retrô do Real Madrid em promoção! Confiram!

O adversário, tao irrelevante para a ocasião que só me lembrei de citar agora, era o La Coruña. O time até começou bem, teve uma boa chance de abrir o placar e mudar a historia do jogo, mas Keylor Navas fez grande defesa. Logo em seguida Benzema abriu o placar, resvalando uma bola chutada por Sergio Ramos; Explosão da torcida e alívio para Zidane que não saía da beira do gramado onde orientava os jogadores por todo tempo. Daí pra frente foi só alegria, Gareth Bale fez uma partida impecável e marcou três vezes. Saiu ovacionado pela torcida madridista. Cristiano Ronaldo tentou marcar o dele de todas as maneiras, acertou a trave numa bela jogada e nos acréscimos quando parecia que finalmente ia guardar, teve a bola desviada pelo zagueiro, bola essa que sobrou para Benzema dar números finais ao espetáculo, 5 x 0.


Por coincidências do destino o número 5 de Zidane estava de volta em grande estilo ao telão do Bernabéu em um dia incrível, inesquecível para este brasileiro sonhador e amante de futebol que vos escreve.

Um grande abraço.

* Pablo Cunha
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...