domingo, 31 de julho de 2016

Como não acender uma Pira Olímpica

O Resenha já respira Jogos Olímpicos. E como não poderia ser diferente, o post de hoje não seria de outro assunto que não fosse esse. E para isso, vamos falar justamente de cerimônia de abertura.

Ah, as cerimônias de abertura... Tão aguardadas, tão assistidas, tão grandiosas, tão ensaiadas. Afinal de contas, as pessoas esperaram 4 anos para se verem diante do maior evento esportivo do mundo, não é mesmo? Por isso tamanha é a responsabilidade de quem participa, seja nos momentos de coreografia ou em alguma apresentação solo, com um grande grupo.

Mas não há momento mais apoteótico do que o acendimento da Pira Olímpica. Sim, aquela chama que se manterá acessa durante todo o período de disputas deve ser colocado lá de uma forma marcante, afinal de contas provavelmente esse vai ser o único momento lembrado pela posteridade (pelo menos deve ser o mais lembrado).

E se por algum motivo algum imprevisto acontece? Bom, os organizadores da cerimônia geralmente já pensam em alguma alternativa, como vocês podem ver no vídeo abaixo, da abertura dos Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992.



Perceberam que a famosa flecha não acertou o alvo?? Isso mesmo, ela passa absurdamente longe da Pira. Mas os organizadores (aqueles danadinhos!) já se prepararam para isso e sincronizaram o acendimento para o momento exato! E a flechada ficou eternizada como a mais lembrada de todos os tempos.

É possível que os espanhóis tenham aprendido com a experiência dos Coreanos. O acendimento da Pira em Seul se deu após a subida de um elevador. As pessoas fizeram o acendimento manualmente, de forma direta mesmo, como a gente acende um fogão com um fósforo (no caso, o fósforo foi a Tocha e o fogão foi a Pira). Acontece que eles não contavam que os simpáticos pombos brancos soltos alguns minutos antes fossem pousar justamente na borda da Pira. Como resultado, o estádio sentiu um cheiro de paz assada em um momento que ficou eternizado pelas imagens das pobres aves fumegantes.


Deve ser por isso que o pessoal de Atlanta decidiu chamar Muhammad Ali para acender a Pira em 1996, para ser um acendimento normal e sem riscos.

Siga nossas redes sociais e participe das próximas promoções!
Facebook
Twitter
Google+
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...