segunda-feira, 9 de novembro de 2015

Eu acredito - versão 2015

Fala galera! O grito de "eu acredito" que ecoou nos estádios brasileiros no ano de 2013 com a conquista da Libertadores pelo Atlético Mineiro, volta a ganhar força nas arquibancadas. Pelo Galo Mineiro de novo? Acredito que não, já que o título está mais distante que o de 1971... quem canta alto dessa vez é o torcedor vascaíno.

Desde as primeiras rodadas do Brasileirão a equipe de São Januário vem sofrendo com derrotas e humilhações, em determinado momento o time chegou a ter uma campanha próxima dos piores times da história dos pontos corridos.

Com a chegada de Andrezinho, o treinador Jorginho, e principalmente Nenê, o time mudou de cara e o que parecia impossível agora parece muito possível. A diferença para o primeiro time fora do Z4 que chegou a ser de 13 pontos, chega a um patamar que pode nem existir daqui duas rodadas, para isso o time tem que continuar com a boa campanha que tem no segundo turno.

Restam quatro jogos, todos passíveis de vitória, o primeiro é contra o virtual campeão em clima de festa, o Corinthians, provavelmente no Maracanã. Depois a equipe enfrenta o virtual rebaixado em clima de velório, Joinville, fora de casa. Volta ao Rio para receber o Santos, que estará em meio à disputa da final da Copa do Brasil, e encerra a participação contra o Coritiba no Couto Pereira.

Inclusive essa última partida me trás várias coincidências com o ano de 2009 na cabeça. Coritiba jogando em casa na última rodada contra um time carioca que chegou a ter 99% de chance de ser rebaixado (Fluminense em 2009 e Vasco em 2015). Um time de massa se sagrou campeão do campeonato e esse time encerra o campeonato jogando em casa contra um time do Sul do país (Flamengo e Grêmio em 2009, Corinthians e Avaí em 2015). Um time argentino predominantemente vermelho e branco faturou a Libertadores depois de muitos anos (Estudiantes em 2009 e River Plate em 2015). Zagallo continua vivo (essa foi pra descontrair).

As chances existem, são mais reais do que nunca, e não custa nada acreditar, como a torcida cruzmaltina tem feito. Quem não deve estar nada satisfeito é o presidente da Air Sibéria, que já dava como certa uma passagem vendida pra lá...

Será que ele pode programar o avião ou os vascaínos lotarão o saguão do avião para rir desse causo?

Falta pouco...

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...