sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Temos camisa 10, temos final, temos Brasileirão!!!

O Campeonato Brasileiro da SériaeA deste ano, na minha opinião, ficará marcado como uma das melhores edições na era dos pontos corridos. Este ano teremos uma final, mesmo que o vencedor do jogo não seja o campeão de fato logo após o apito final. Temos uma revelação de verdade, não apenas por ter que apontar alguém como tal. A torcida mais presente nos estádios. Varias disputas em todos as posições da tabela. Novos treinadores surgindo, outros se reafirmando. Enfim, tudo que um bom campeonato precisa.

O Corinthians é o melhor time. Mais confiável, tem jogado melhor que seus oponentes, é o time mais bem armado do campeonato. De quebra, ainda tem um diferencial, dois valores individuais: Jadson e Renato Augusto. E essa diferença é logo no meio campo, o setor mais carente de indivíduos diferenciados no Brasil hoje. No futebol brasileiro e também no futebol em geral. Se for campeão, será justíssimo.

O Atlético Mineiro acredito (eu acredito!!!), que ficará na fila mais um ano. Uma pena, pois a fila tem sido longa no Brasileirão para a sua torcida. O time chegou a empolgar, mas sejamos justos, não tem a confiabilidade e a organização do seu oponente direto ao título. Resta vencer a final, uma questão de moral e honra. Quem sabe a receita do professor Tite "desande"? É pouco provável, mas já vimos de tudo.


O melhor será a revelação do campeonato e não é do Corinthians e nem do Galo. Mais uma vez quem dá a bola é o Santos. Sim, Lucas Lima não está no melhor time do campeonato, seus companheiros são novos igual a ele, inexperientes, o time inconstante, principalmente fora de casa. Alguns dirão que ele não joga com a camisa 10. Mas sua postura, seu posicionamento em campo, sua criatividade são de um autentico camisa 10 da seleção. Outros também dirão que há alguns anos também surgia um outro "autentico" camisa 10 no mesmo Santos. A diferença ate agora é a postura, como gosta de jogar, como vai atrás do jogo o Lucas Lima. Que continue assim. Nossa seleção agradece e precisa. Basta ter um professor para aproveitá-lo.

Como não pode deixar de ser, nem tudo é perfeito. A arbitragem é a pior dos últimos anos. Tem que profissionalizar, como a CBF tem tanto dinheiro e não pode pagar para ter árbitros profissionais, integralmente a seu dispor, se preparando para o espetáculo? Pelo menos na primeira e segunda divisão tem que ter árbitros profissionais. Apesar de todas as trapalhadas, o campeonato continua sobressaindo. Mas fica a dica.

E que as últimas rodadas sejam da afirmação. Das várias finais que os pontos corridos tem, do nosso camisa 10 e quem sabe de mais armadores típicos que nosso futebol sempre revelou. Enfim, temos um campeonato. E como é bom ter um campeonato. Que a seleção natural do rebaixamento e da ascensão democratize ainda mais, mas claro, por merecimento. Quanto mais geograficamente nacional, melhor fica, mais bonito fica. Na minha humilde opinião.


Diego Ribas
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...