terça-feira, 13 de outubro de 2015

Não priemos cânico

Dunga segue em direção à Rússia 2018 (literalmente)
Está começando a ficar um pouco exagerado o discurso que eu ando escutando ultimamente sobre o risco da Seleção Brasileira ficar de fora da Copa do Mundo. Eu não ficaria tão perturbado logo de cara. Afinal de contas, como bem disse o Luiz Paulo, o ponto de corte nos favorece na competição, principalmente porque se trata de uma disputa de pontos corridos.

Talvez a nova geração de torcedores não tenha a mesma percepção, mas faz pouco mais de 20 anos que o Brasil perdeu a sua primeira partida nas história das Eliminatórias. A derrota para a Bolívia em 1993, depois de um empate sem gols diante do Equador colocou em xeque uma geração campeã capitaneada pelo agora treinador Dunga.

Por falar nisso, tomei a liberdade e fiz uma rápida pesquisa, e notei um fato interessante: o Brasil não costuma encontrar facilidade no início das Eliminatórias para a Copa do Mundo. As únicas oportunidades em que nossa representação venceu por um placar mais favorável foram em partidas fora de casa nos anos de 1954 (2 a 0 contra o Chile), 1969 (quando a geração de Pelé fez 2 a 0 contra a Colômbia), 1985 (2 a 0 contra a Bolívia) e em 1989 (4 a 0 contra a Venezuela). Fora isso, o que pode ser encontrado é um conjunto de vitórias magras e uma quantidade considerável de empates.

Assim sendo, os Canarinhos passaram toda a sua existência até 1993 beirando uma derrota que se consolidou ao enfrentarem a Bolívia de Etcheverry. Como podemos perceber,  das 11 vezes em que o Brasil participou das Eliminatórias, foram 7 vitórias e 4 empates, ou seja, em cerca de 36% das oportunidades não saímos vencedores do gramado na estreia. Forçando um pouco mais a barra, nos nossos 2 últimos títulos não conseguimos balançar as redes no início da caminhada, o que pode representar que temos a capacidade de superação.

Tudo bem, nunca tivemos uma estreia com derrota... Isso é verdade. Mas também nunca ficamos de fora da Copa. Prefiro descansar nessa segunda verdade absoluta.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...