quinta-feira, 22 de outubro de 2015

Copa do Mundo de Rugby 2015 - Definição das semifinais

Try dos Pumas: Argentina segue atrás do sonho
No último domingo foram definidas as Seleções classificadas para as semifinais da Copa do Mundo de Rugby, que ocorre em solo inglês. Para infortúnio dos súditos da rainha, uma decepcionante eliminação dos donos da casa logo na primeira fase esfriou os ânimos da torcida que esperava que o segundo título mundial fosse levantado em seus domínios.

A primeira seleção classificada foi a África do Sul, que no sábado derrotou o País de Gales em uma ótima partida. Contando com a torcida local, o galeses por pouco não subiram mais um degrau na busca do inédito título, esbarrando na solidez dos Springboks. No mesmo dia, os todo poderosos All Blacks não tiveram pena da também tradicional seleção francesa e aplicaram uma sonora goleada por 62 a 13, colocando a Nova Zelândia em mais uma semi-final. A Nova Zelândia, por sinal, só deixou de jogar a semi-final da Copa do Mundo em uma oportunidade, quando em 2007 a equipe liderada por Jonah Lomu caiu diante dos próprios franceses. Agora, a reedição da final de 1995 decidirá se África do Sul ou Nova Zelândia segue na briga pelo tri-campeonato.

Domingo foi o dia de definição da outra semi-final. O primeiro embate foi entre Argentina e Irlanda, que também contou com a grande maioria no estádio. Mas o Pumas mantiveram o controle do jogo graças a um início avassalador e a indiscutível vitória por 43 a 20 levou os hermanos à segunda semi-final de sua história.

O fechamento do dia foi com chave de ouro. Em um jogo impróprio para cardíacos, Austrália e Escócia se enfrentaram no estádio de Twickenham, em Londres. Estava em jogo a esperança dos britânicos de ver uma seleção avançando, mas do outro lado estavam os Wallabies, bicampeões mundiais e sempre uma potência no esporte. Empurrados por 82 mil vozes, os escoceses foram à loucura quando, faltando apenas 5 minutos, viraram o jogo com um try depois de uma bobeira da defesa. Mas a grande surpresa ainda estava por vir. Nos acréscimos, Bernard Foley calou o estádio com um penal, dando a vitória aos australianos por 35 a 34.

Com os resultados, a Argentina (que é forte no continente mas ainda está crescendo no cenário mundial) se junta a 3 bicampeões na luta pelo sonho da glória, mas antes terá que passar pela Austrália. As equipes já se enfrentaram duas vezes em mundiais (em 1991 no País de Gales e em 2003 na Austrália), com vitória dos Wallabies em ambas as oportunidades. Para o lado australiano, além do favoritismo natural, pesa o fato de que nas duas edições de Copa do Mundo realizadas em solo britânico, eles foram os grandes campeões.

Dia 24 de outubro teremos o confronto entre África do Sul (Springboks) e Nova Zelândia (All Blacks), e no dia 25 Argentina (Pumas) e Austrália (Wallabies) se encaram. Nos resta agora esperar e torcer!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...