domingo, 20 de setembro de 2015

Sada/Cruzeiro 3 x 0 JF Vôlei

Sada/Cruzeiro vence a 3ª e assume a liderança do campeonato Mineiro
Mesmo jogando fora de casa, atuais campeões venceram facilmente a partida contra o JF Vôlei


Não foi da forma ideal que o novo time da cidade de Juiz de Fora, o JF Vôlei, estreou dentro de casa no campeonato mineiro 2015. Com a árdua missão de encarar os atuais pentacampeões, os donos da casa não convenceram e perderam sua 5ª partida na competição por 3 a 0, com parciais de 25x18, 25x16, 25x17, em apenas 1 hora e 30 minutos.

Com a vitória, o Sada/Cruzeiro assume a liderança da competição, somando nove pontos, e praticamente classificado para as semifinais, mesmo tendo ainda cinco jogos pela frente. Já o JF Vôlei permanece na 4ª colocação, com apenas dois pontos conquistados, mas ainda com chance de classificação para a próxima fase.

O jogo

A partida começou equilibrada com os donos da casa apresentando um bom ritmo, chegando a abrir uma pequena diferença no placar. Após o erro de ataque do ponteiro Filipe, o marcador apontava 4 a 2 para os juiz-foranos. Mas parou por aí. O que se viu daí em diante foi o jogo de uma equipe só. 

Após boa sequência do central Éder Levi, o Sada chegou à primeira parada técnica com uma boa vantagem no placar, 8 a 4. Cometendo muitos erros na parcial (só de saque, foram sete), os donos da casa viram a vantagem do time celeste aumentar. Chegando à segunda parada técnica, o placar já estava 16 a 9 para o Cruzeiro.

Com a bela vantagem conquistada na partida, o técnico Marcelo Mendes, do Sada/Cruzeiro, resolveu dar uma chance para os jogadores do time juvenil e colocou em quadra o levantador Cristiano e o oposto Moreno. Os jovens jogadores não decepcionaram e a equipe de Contagem manteve o ritmo do jogo. Após mais uma invasão de quadra do camisa 18 do JF Vôlei, Ricardo Faccin, os visitantes fecharam o set, por 25 a 18, em apenas 25 minutos de partida.

O jogo não mudou muito de um set para o outro. O domínio do Sada se manteve e rapidamente a equipe chegou ao primeiro tempo técnico com o mesmo placar da parcial anterior, 8 a 4.

Com um time mais experiente e entrosado, o Cruzeiro, com grande participação do ponteiro Filipe, obrigou o técnico do time da casa a parar a partida com uma desvantagem de 6 pontos no placar, 10 a 4 para o Sada.

Após mais um erro da equipe, o técnico Fadul não conseguiu encontrar no banco de reservas novas opções para mudar o time e tentar reagir na partida. E, após um ace do central Éder, o Cruzeiro chegou à segunda parada técnica com enorme vantagem no placar, 16 a 5. A equipe da casa continuou apática, enquanto o Cruzeiro, em ritmo de treino, logo fechou o segundo set com o placar 25 a 16, em 22 minutos.

Fadul conversa com a equipe durante o tempo técnico e
pede mais atitude aos jogadores

Após nova bronca no intervalo, os jogadores do JF Vôlei voltaram mais atentos no terceiro set, não deixando o Cruzeiro abrir vantagem. Mas não demorou muito para os pentacampeões mineiros retomarem os rumos da partida e somar, na primeira parada técnica, uma vantagem de três pontos no placar, 8 a 5.

Vendo a partida praticamente definida, o técnico Marcelo Mendes, resolveu dar um descanso para o levantador Willian, que acabou de retornar da seleção Brasileira, assim como o líbero Serginho, que deu lugar ao camisa 5 Vanderson. Com as alterações, o Cruzeiro chegou à segunda parada técnica com o placar de 16 a 10.

O Sada/Cruzeiro foi trocando pontos sem fazer muito esforço e rapidamente chegou ao final da parcial, fazendo 25 a 17 em 25 minutos.

Mesmo com uma vitória tranquila e que não exigiu muito de sua equipe, o técnico cruzeirense Marcelo Mendes destaca alguns pontos positivos da partida. “Não considero que a partida foi em ritmo de treino, nós jogamos muito bem, trabalhos bem o nosso saque, não tomamos nenhum ponto de bloqueio durante o jogo e foi mérito nosso o resultado, já que jogamos em um ritmo forte durante toda a partida.”, explicou o treinador argentino.

Pelo lado do JF Vôlei, o líbero Fábio Paes afirma que foi uma partida para se apagar da memória e já pensar no próximo jogo contra o Três Corações e na classificação para a próxima fase. “É o nosso confronto direto pela classificação, nós sabemos que temos um ponto a mais do que eles, mas precisamos ter uma vitória, porque nossa equipe merece, mas infelizmente hoje não foi o nosso melhor e esperamos que domingo nós consigamos realizar uma boa partida e chegar a nossa primeira vitória na competição.”, falou o camisa 8.


Já o capitão da equipe, Mark, ressaltou que a experiência e a qualidade individual da equipe de Contagem fizeram a diferença. “Nós temos um time que não tem um destaque individual muito forte, se você pegar o Sada, você vai ter o Leal, que é uma referência, o Willian, que é o melhor levantador do mundo. O nosso time tem que formar um coletivo bom e é isso que nós estamos fazendo. Tínhamos feito isso em todos os jogos e infelizmente hoje não foi o dia, mas bola para frente que domingo tem mais.”

A estratégia do técnico Alexandre Fadul foi apostar no time titular para não jogar a responsabilidade em cima dos jogadores mais novos. Em determinado momento do segundo set, ao ouvir da arquibancada que tinha que mexer no time, o comandante olhou para o seu banco de reservas recheado de jovens promessas, mas não fez nenhuma alteração. Com exclusividade, ele nos explicou o motivo: “A gente passou por várias situações difíceis durante a partida e no banco nós só tínhamos os meninos da base. Em uma situação extremamente difícil como estava a partida hoje, eu não poderia jamais expor os nossos meninos a uma situação daquela. Porque se alguns dos nossos adultos não tinham vivenciado uma situação dessas (de enfrentar uma grande equipe do vôlei mundial), nós temos meninos que nem campeonato mineiro da sua idade eles jogaram. Então eu não quis expô-los a uma situação complicada dessas. Eu precisava, lógico, mexer na equipe, mas eu não podia expor os meninos a essa situação complicada e resolvi não mudar o time, decidindo deixar os adultos passarem por essa situação que eles vão passar durante toda a temporada.”, afirmou o técnico.

Thiago Campos
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...