quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Javier Zanetti

Fala galera!

Hoje em dia já estamos acostumados com a falta de amor à camisa. Não vemos mais jogadores honrarem seus clubes e a camisa de sua equipe por longos anos, como era costume nas décadas de 70 e 80, por exemplo. Hoje o futebol virou um mercado, virou negócio. Contratos curtos, muitos empréstimos, vai e vém o tempo todo. Quando falamos de jogadores que atuaram pelo mesmo clube por muitos e muitos anos, dos anos 90 pra cá, não são muitos exemplos que podemos citar. Mas, sem sombra de dúvida, um dos maiores líderes desse grupo de "amor à camisa" é o argentino Javier Zanetti.

Zanetti foi revelado pelo Talleres em 1992. Em 1993 foi contratado pelo Banfield. Após boa passagem pelo Banfield, que durou de 1993 a 1995, teve sua grande chance de aparecer para o futebol mundial em 1995, quando foi contratado pela Internazionale de Milão. De lá pra cá, Zanetti jogou todos os seguintes 19 anos de sua carreira pela Inter, onde se tornou líder, capitão e um dos maiores ídolos de todos os tempos da equipe italiana.

O argentino é, sem dúvida, a estrela do futebol mundial mais humilde das últimas duas décadas e não mudou muito desde sua estreia: o mesmo corte de cabelo e a mesma cara de jovem da apresentação em 1995 - o dia em que usou pela primeira vez o uniforme de titular da Inter. Naquela altura, poucos poderiam imaginar que se tornaria numa lenda do clube de Milão e bateria tantos recordes. Em todos os jogos, sempre que entrava em campo, Zanetti estabelecia um novo recorde. E é quase impossível que alguém venha a igualar os seus recordes. Disputou mais de 1000 jogos como profissional, é o jogador mais internacional de sempre da Argentina e lidera quase todas as estatísticas da Inter, incluindo a de mais tmeporadas como capitão, a de mais jogos na Serie A e a de mais partidas disputadas.

Segundo Javier Zanetti, todos os recordes são especiais, mas há dois que ele dá mais importância: "Um é ser jogador o jogador mais internacional de sempre da Argentina, pois temos de ter em conta que é muito difícil representar um país como o meu, onde estão permanentemente a surgir jovens talentosos. O outro é ser capitão do Inter há 12 anos e ter o recorde de jogos disputados, especialmente por ser estrangeiro, o que torna isto ainda mais especial".

E o "segredo" pra longevidade? Ele explica: "Não brinco com a minha preparação. Também é importante a harmonia que gozo em casa, com uma bela família, que permite que me concentre exclusivamente no futebol. O meu segredo é treinar sempre com grande intensidade e, sempre que possível, treinar ao mesmo ritmo dos jogos."

Em abril de 2014, anunciou sua aposentadoria ao final da temporada, depois de 19 anos na Internazionale, para fazer parte da diretoria do clube. Depois de atuar no campo tanto na lateral quanto como volante, hoje Javier Zanetti tem a função de vice-presidente da instituição. Nunca mais veremos a camisa 4 em campo, em uma partida oficial. Após tantos anos de dedicação e trabalho, a camisa 4 foi aposentada.

Até a próxima!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...