terça-feira, 18 de agosto de 2015

Unanimidade

Imagine a seguinte situação: Você é o técnico de seleção do principal esporte brasileiro, e tem a missão de acompanhar os seus possíveis convocados para a próxima convocação. Diante desta situação, sabendo que o seu melhor jogador está com um problema de saúde e que pode não estar 100%, quem você iria acompanhar para comandar a sua seleção?

Existe alguém que sozinho possa assumir a responsabilidade de comandar dentro de campo a seleção nacional? Existe algum jogador nas categorias de base que possa ser preparado, mesmo que a longo prazo? Mas só um?

Sinceramente, eu não queria estar nesta situação. Ter que preparar um time, uma seleção brasileira com jogadores cada vez mais normais, mas que carregam o peso de serem ou terem a obrigação de ganhar sempre. Aliás, não só ganhar, mas de apresentarem e representarem um futebol bonito e bem jogado. Difícil hein?

Não compartilho da ideia de que temos um time na média, de que temos jogadores que possam fazer a diferença. Acredito exatamente no contrario. E por essa crença, ou na minha cabeça, esta certeza, acho que deveríamos ser treinados por um treinador reconhecidamente acima da média. Por esta hipótese apresentada no primeiro paragrafo, por estarmos abaixo da média e claro pela "bagatela" que recebe, deveríamos ser melhor representados.

Assim como não temos uma unanimidade dentro das quatro linhas, não temos fora dela. Porém, por incrível que pareça, temos mais opções ou mais condições de fazer diferente, ou começar a fazer diferente pelo comando do que por poder convocar algum "craque irresponsável" que resolverá dentro de campo. Infelizmente não temos nem sequer esta opção, "um craque". Também não digo que seja fácil, ou que seria uma unanimidade a escolha do nosso "professor" nacional. Ainda mais se nos limitarmos apenas aos nomes caseiros, nacionais.

Gostaria de ver mudanças imediatas, mudanças como os estádios mais cheios. Mudanças para o bem. Mais do mesmo, não aguento mais. Vou andar por aí, de férias... Enquanto isso, espero que quando eu voltar "nossa" unanimidade não seja que estamos realmente mal demais, ou cada vez piores. Assim espero e assim seja...

* Diego Ribas
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...