segunda-feira, 6 de julho de 2015

Resultados made in Paraguai

Fala galera! A mais tradicional competição entre seleções do lado leste do Meridiano de Greenwich terminou no último sábado. A Copa América que aconteceu no Chile contou com estádios lotados, bons jogos, quebra de jejuns e com uma situação que vem se tornando rotina no continente, Paraguai entre os quatro melhores sem merecimento.

Tudo começou em 2011 quando a seleção do técnico Tata Martino alcançou o vice campeonato em competição realizada na Argentina. Naquela ocasião o Paraguai estava no Grupo B ao lado de Brasil, Venezuela e Equador e vinha de boa campanha na Copa do Mundo da África do Sul, quando terminou na 8ª colocação, perdendo nas quartas de final para a Espanha por 1x0 com um gol no finalzinho da partida.

Na primeira fase da Copa América a equipe empatou as três partidas e se classificou como o segundo melhor terceiro colocado entre as três chaves. Nas quartas de final veio o Brasil, que já tinha feito jogo duro na primeira fase e empatado em 2x2. Dessa vez o jogo não passou do 0x0 e nos pênaltis a Seleção Canarinho conseguiu a proeza de perder quatro pênaltis de quatro batidos, dando ao Paraguai a vaga na semi e dificultando a vida de Mano Menezes.

Veio a semi e novo 0x0, dessa vez contra a Venezuela, e a equipe de Villar, Santa Cruz e Ortigoza estava na final contra o maior vencedor da história da competição, o Uruguai que havia sido 4º colocado na Copa do ano anterior. Com um gol de Suárez e dois de Fórlan nossos vizinhos do sul meteram 3x0 e faturaram o título, restando ao Paraguai sem vitórias comemorar o vice.

Agora em 2015 tudo parecia mudar, o Paraguai terminou na lanterna nas últimas eliminatórias e com a mesma base dos últimos anos já pegaria "rabo" de cara. O time de Ramón Díaz ficou no "grupo da morte" mas os resultados não foram dos piores. Empatou com Argentina e Uruguai e venceu (finalmente) por apenas 1x0 a fraca Jamaica.

Nas quartas tivemos um repeteco de 2011 contra o Brasil, novamente uma disputa de pênaltis definiria o classificado após o empate no tempo normal. Novamente o Brasil abusou dos chutes pra fora e foi eliminado, novamente o Paraguai (dessa vez com uma magra vitória) estava entre os quatro melhores times da América do Sul.

Na semi uma lavada pra não deixar dúvidas sobre o nível da seleção de Cáceres, 6x1 pra Argentina e a comprovação de que o futebol de resultados dá resultado quando a competição permite. Veio a disputa do 3º lugar contra o Peru, 3º colocado na última edição, era a última chance dos paraguaios demonstrarem que a goleada foi um ponto fora da curva, não conseguiram. Vitória peruana por 2x0 e sem trocadilho algum coloca o Peru maior que o Paraguai nesse momento.

Diante disso tudo fica uma pergunta no ar: o resultado final da competição vale mais do que o desempenho em campo?

Tenho dúvidas...

Fui!

Copa América 2011 - 2º lugar
1ª fase
0x0 Equador
2x2 Brasil
3x3 Venezuela

Quartas
0x0 Brasil (2x0 pênaltis)

Semi
0x0 Venezuela (5x3 pênaltis)

Final
0x3 Uruguai

Copa América 2015 - 4º lugar
1ª fase
2x2 Argentina
1x0 Jamaica
1x1 Uruguai

Quartas
1x1 Brasil (4x3 pênaltis)

Semi
1x6 Argentina

Disputa do 3º Lugar
0x2 Peru

Campanhas
12 jogos
1 vitória
8 empates
3 derrotas
11 gols pró - média de 0,91 por partida
20 gols contra - média de 1,66 por partida
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...