terça-feira, 30 de junho de 2015

Real e Virtual - Parte 2

Na semana passada falei um pouco sobre o Cartola F.C. e aproveitando a deixa, no mesmo estilo virtual de “manager” do futebol, vi há alguns dias um documentário sobre outro jogo, também baseado em estatísticas. Este é sensacional, sua base de dados está sendo utilizada por times profissionais na busca de jogadores de potencial futuro para contratação. Anote aí o nome é em inglês e só esta disponível em versão legendada mas vale muito a pena: “An Alternative Reality: The Football Manager Documentary”. Para eu, que sempre joguei, achei fenomenal e me vi em várias situações relatadas no documentário e dá uma noção do tamanho da paixão de alguns torcedores. Realmente, é comovente, engraçado e leve. Bom para passar o tempo e se informar.

Confesso que ao jogar os dois “games”, fico mais interessado, ou sempre fui mais ligado em futebol desde cedo. Conhecer craques internacionais sempre foi fácil para quem jogava o Football Manager, antigamente chamado de Championship Manager. Tenho que admitir uma coisa, pois nunca atualizei a versão do meu jogo que é da temporada 2000-2001 (um clássico, kkkk). Alguns veteranos de hoje, na versão 2000-2001, tinha apenas 18 anos, como o Pirlo por exemplo. Este ainda jogava no Brescia e seu potencial (enorme) era baseado em observações de olheiros reais na Itália, assim como existe olheiros em todo o canto do mundo que relatam os potenciais de vários jogadores fazendo da base de dados do jogo uma grande ferramenta que replica a realidade. Uma das historias contadas no documentário é a do Demetrio Albertini, ex jogador da seleção da Itália, que ligou para os donos do jogo, pedindo para ser olheiro do jogo na Itália. Confessa que falava na Copa do Mundo das características de alguns jogadores adversários que ele retirava do game e repassava ao técnico da seleção italiana. Muito bom mesmo. Só vendo, mesmo que não conheça o jogo, veja, irá se divertir.

Por fim, um filme, não muito novo, mas que também esta relacionado a administração esportiva. Este fala do baseball, e mesmo pra quem não entende nada, como eu, o filme é muito bom e nos dá uma noção do que é administração esportiva de qualidade ou baseada em fundamentos sólidos. Chama-se “O homem que mudou o jogo”, com Brad Pitt. O filme é baseado em fatos reais e deveria ser visto por muitos “managers” brasileiros, para aprenderem alguma coisa. Não, não estou dizendo que todos não prestam, mas seria bom identificar uma trilha, um fundamento, um estilo de gestão coerente e que seja identificada facilmente. Não essa que muda a cada mês com maus resultados. Aí se acha um perfil de treinador que nada tem com o antecessor, totalmente incoerente e sem sequencia. Fica difícil. Mas o filme mostra o que é ter um planejamento, seguir uma coerência de trabalho, dar sequencia. Tudo que não se vê por aqui. Então, vale muito a pena assistir.

E na vida real... Tem marmelada? Tem sim senhor!!! Mas quem esta investigando é o FBI. Se segura malandro, não tem idade, cor, sexo, classe social. Se segura malandro, e para o bem do esporte o FBI é real, não é virtual não!!!

* Diego Ribas
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...