sexta-feira, 19 de junho de 2015

NBA é Brasil!

Fala galera!

Nessa última terça-feira, chegou ao final a temporada 2014/2015 da NBA. Após 6 jogos, a equipe californiana do Golden State Warriors sacramentou o título, ao vencer o Cleveland Cavaliers, campeões do Leste, por 4x2. Pincelando as finais, vimos um Lebron James acima da média, mas jogando sozinho, sem um outro protagonista em seu time com quem pudesse dividir a responsabilidade. Vimos também um Stephen Curry - MVP da temporada regular - melhorando ao longo dos jogos e mostrando em quadra o motivo de ter sido escolhido o melhor jogador do ano. Vimos merecidamente Andre Iguodala ganhar o MVP das finais, sendo que começou como titular mesmo apenas a partir da 3ª partida da série da final. Vimos o Golden State Warrior se sagrar campeão após 40 longos anos de jejum. E, finalmente, vimos mais um brasileiro ser campeão da NBA.

E é sobre isso que vou falar hoje. Para um país que até o ano passado não tinha nenhum representante vencedor do anel da NBA, o Brasil está "on fire". Ano passado tivemos o primeiro campeão brasileiro da NBA, Tiago Splitter, jogando pelo San Antonio Spurs. Neste ano foi a vez de Leandro Barbosa, o Leandrinho, poder colocar o título mais importante do mundo no seu currículo. E sua trajetória poderia ter sido trágica, mas foi recompensadora e vitoriosa, além de curiosa. Ele foi eleito o melhor sexto homem da liga em 2007, mas, em 2013, chegou a ser descartado depois de passagens irregulares por Toronto Raptors, Indiana Pacers, Boston Celtics e Washington Wizards, e voltou para o basquete brasileiro, onde atuou pelo Pinheiros, no NBB.

Porém, em janeiro de 2014, Leandrinho foi novamente chamado para a NBA e assinou dois contratos de apenas 10 dias com sua velha equipe, o Phoenix Suns, e convenceu, ficando na equipe até o final da temporada. Só que a franquia de Phoenix não renovou para 2014/2015. O jogador juntou-se à seleção brasileira para a disputa do Mundial de basquete no ano passado, e, depois da eliminação nas quartas de final, o Golden State Warriors assinou com Leandrinho.

Leandrinho foi humilde e aceitou sua posição como reserva da equipe, assim como outros astros fizeram, entre eles, David Lee e do próprio Andre Iguodala. Como reserva na franquia californiana, o ala-armador brasileiro contribuiu com médias de 5 pontos e 1,2 rebote em 10,8 minutos em quadra nos playoffs até o jogo 6, quando teve cinco pontos, dois roubos de bola e três rebotes. Sempre que chamado para entrar em quadra, durante toda a temporada, mostrava garra, velocidade e muita vontade.

O Warriors conseguiu montar uma equipe extremamente coletiva, com um banco de reserva muito forte e sempre apto pra cumprir suas obrigações em quadra, quando necessário. Foram, com muita justiça, coroados como campeões da liga de basquete mais importante do mundo. O Brasil conseguiria seu segundo título de qualquer forma, uma vez que caso a vitória ficasse em Cleveland, Anderson Varejão ganharia o anel. Mas o importante não é quem ganhou o título, e sim que ele é brasileiro. 

Ano que vem tem mais!

Até a próxima!

Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...