terça-feira, 28 de abril de 2015

Das finais

Enfim as finais dos estaduais. Não vou dizer que acabou de começar estes campeonatos, há no máximo duas semanas com as semifinais. Esse jargão já esta batido, repetido inúmeras vezes desde então. Pra falar a verdade, tirando Cruzeiro e Galo, qual semifinal foi assim: “uma semifinal de campeonato”?

Peraí, não sou contra os estaduais, pelo contrario, sou plenamente a favor, acho totalmente necessário no futebol brasileiro. Pra mim isso faz parte da cultura nacional. Começou na verdade faz três meses os cariocões, paulistões, gauchões, mineiros ... Mas qual jogo mesmo, nos faz lembrar disso? (não vale aquele lance que o juiz errou feio, esses são tão absurdos que não nos esquecemos por um bom tempo).

Este ano fui apenas a um jogo do carioca, Fluminense X Macaé e se o Walter (pançudo) não estivesse em campo, juro que até os jogos no campo do Beira Rio (do distrito de Beira Rio em Alem Paraiba-MG) tem mais qualidade. Aliás, mais qualidade e mais emoção. É verdade, o Fred estava suspenso, mas e daí? Estou falando do Fluminense contra um time da segunda divisão nacional, e não teve uma jogada de um jogador qualquer que pudesse animar. O jogo, esse foi 1x0 para o Macaé em gol de falta. Terrível não?

Você deve estar perguntando aonde quero chegar então? Simples, quem de Botafogo e Vasco metem medo no adversário? Palmeiras x Santos então? Grêmio ou Inter? Galo? Talvez este, talvez o atacante argentino, sim argentino. Mas é só. Pra mim a explicação é um pouco simplista para esta mediocridade geral dos estaduais e sem querer iludir ninguém, do brasileirão que virá. Dinheiro, ou a falta dele nos clubes Brasil.

No meio da semana teve um jogo da Champions League e ouvi por alto que um certo clube alemão tem em caixa (dinheiro, cascalho, bufunfa) em torno de 150 milhões de euros (e é pra gastar!!!), ou aproximadamente, R$ 450.000.000,00 de reais. Aí eu pergunto, que clube do Brasil, finalista, tem R$ 0,01 em caixa? Que gestão é superavitária em qualquer clube neste país do futebol? Esse tal clube alemão já tem os principais jogadores do mundo do futebol... Não está com este dinheiro todo porque economizou em jogadores medianos não. Mas aqui parece que temos clubes com muito dinheiro, pois pra pagar R$ 700.000,00 em um “professor”, so tendo muito dinheiro. E olha que os mais bem pagos “letrados” de Rio e São Paulo não estão nas finais dos estaduais, mesmo tendo os melhores elencos (que também não são grande coisa assim). Um já ate pediu reforços... que fase!!!

Não me admira que as finais vão ser isso aí, principalmente nestes primeiros jogos, muitos 0x0, 1x0, 0x1, 1x1 e por aí vai (escrevo antes da bola rolar e não sou vidente)... E se alguém no primeiro jogo fizer uma goleada de 3x1, alguém espera que seu time consiga virar para incríveis 6x1 no segundo jogo? Pois é... Terrível.

Enquanto os clubes não mudarem esta situação na sua gestão financeira, seguindo uma premissa básica da economia, conseguindo arrecadar mais que gastar, vai ser isso que ta aí. Tirando raça, não podemos esperar ou pedir mais. É torcer e no mais é vida que segue...

* por Diego Ribas
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Texto muito bom, reflete a realidade do futebol brasileiro

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...