segunda-feira, 13 de abril de 2015

Cadê você, Acosta?

Fala galera! Corria o ano de 2007 e o Náutico voltava a disputar a Série A do Brasileirão depois de 13 anos. Naquele ano a meta era não cair novamente, e para ajudar nessa batalha foi contratado um uruguaio canhoto, alto e desengonçado, que atendia pela alcunha de Acosta.

Alberto Martin Acosta Martinez havia completado seu 30º aniversário e não era um jogador conhecido para os brasileiros. Revelado pelo Defensor Sporting em 94, seguiu para o Platense em 97. Logo no ano seguinte fechou com o Cerrito, onde teve sua melhor fase. Em quase oito anos no clube ele jogou 294 partidas, marcando 94 gols. Ajudou a levou o time da terceira divisão até a primeira. Foi campeão da segunda divisão em 2003 e logo na primeira temporada na divisão principal já ajudou o time a terminar na 8ª posição, garantindo presença no ano seguinte.

Devido às boas performances foi contratado pelo Peñarol, um dos principais clubes do país, para a temporada 2005/2006. Ficou por lá por duas temporadas até ser contatado pelo time pernambucano no final do primeiro semestre de 2007.

O Brasileiro era a prova de fogo, a meta era não cair, e Acosta começou a brilhar. Brigando pela artilharia com Josiel, do rebaixado Paraná, até a última rodada, o uruguaio ajudou o "Lula Molusco" ajudou o Náutico a garantir a 15ª colocação, permanecendo na elite para 2008. Nesse ano também recebeu a Bola de Prata de Placar como um dos melhores atacantes do campeonato. Graças a suas boas atuações e gols foi contratado pelo Corinthians.

No Timão fraturou a perna, o que complicou sua temporada, mesmo assim faturou a Série B de 2008 e o Campeonato Paulista de 2009, além de ter chegado a final da Copa do Brasil, onde perdeu para o Sport, seu ex-rival pernambucano. Daí pra frente tudo se complicou.

Emprestado ao Náutico até o fim de 2009, voltou ao Cerrito em 2010, e depois passagens por vários clubes de menor expressão do futebol brasileiro: Brasiliense, Central, Resende, Operário de Várzea Grande, União Barbarense e Santos do Amapá, onde jogou em 2013 e voltou a ser contratado no segundo semestre de 2014. E é por lá que ele está atuando hoje.

No Santos faturou o Amapaense de 2013 e aguarda a competição desse ano, que ainda não começou. Foi eliminado na primeira fase da Copa do Brasil pela Portuguesa, que venceu por 3x1 no jogo de ida, e caiu para o Paysandu na primeira fase da Copa Verde.

E você? Tá a fim de saber por onde anda aquele jogador que fez sucesso em algum momento da sua vida? Deixe sua sugestão aqui nos comentários ou em nosso Facebook.

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...