terça-feira, 31 de março de 2015

Brinco de lata

Fala galera! Imaginem uma situação: você nasce e começa a gostar de futebol, seu time é um time de expressão, revela jogadores pra seleção brasileira com frequencia, ele conquista Brasileirão, disputa Libertadores, chega nas finais do estadual e tem um belo estádio. Por conta de más administrações as revelações começam a minguar, os títulos somem, os rebaixamentos aparecem a ponto de disputar a Série C em diversas temporadas, e de repente, quando o fundo do poço parecia ter chegado, o clube perde a sua maior jóia, o seu brinco de ouro.

Poderíamos estar falando de vários clubes pelo Brasil, muitos, ou quase a totalidade se encontram em estado de insolvência, mas o assunto de hoje é sobre o Guarani de Campinas, o Bugre, campeão brasileiro de 1978 e que só não faturou o bi em 86 por ironia do destino.

Com uma dívida trabalhista que gira me torno de 200 milhões de reais, o clube campineiro teve o seu estádio, o Brinco de Ouro da Princesa, penhorado em 2011, e no dia de ontem, 30 de março de 2015, ele foi oficialmente arrematado em leilão por uma empresa gaúcha da cidade de Porto Alegre, a Maxion Empreendimentos Imobiliários, que derramou a bagatela de 105 milhões de reais, valor muito superior ao que havia sido ofertado em leilão anterior, no último dia 18.

O Guarani pretende recorrer da decisão, mas a chance de vitória é mínima, já que o leilão foi acompanhado pela juíza responsável pelo caso, a Dra. Ana Cláudia Torres Viana e a dívida do clube é impagável pelas vias normais.

Diante disso tudo só nos resta torcer para que o Bugre recupere ao menos sua honra e credibilidade com o torcedor, que o clube onde começaram Careca, Neto, Amoroso, Evair, Luizão e Elano possa voltar ao cenário paulista pelo menos, escapar das divisões inferiores, recuperar a auto-estima e quem sabe um dia, voltar a ter um jogador na seleção.

Ah... e quanto ao destino do Brinco de Ouro, a empresa que o arrematou já disse que o Guarani não volta a jogar no estádio nunca mais e que iniciará conversas com a prefeitura local para definir o que será melhor para a cidade em termos de negócio, ou seja, ela gastou a grana sem saber o que vai fazer.

Lamentando, me despeço por hoje.

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...