sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Cartas ao Papai Noel - Vasco (sim, de novo)

Fala galera!

Aqui no Resenha, temos uma categoria de posts muito interessante, é o Cartas ao Papai Noel. Como o próprio nome já diz, são posts onde os leitores/blogueiros fazem pedidos pro Papai Noel realizar no ano seguinte. Aproveitando que Dezembro já começou e que o espírito natalino já está invadindo nossas casas e nossos corações (hahaha, que sentimental), hoje chegou a vez de eu mandar a minha cartinha pro Papai Noel.

Engraçado que o Papai Noel vai receber minha cartinha e se perguntar: "uai (se ele for mineiro), mas de novo esse time?". Pois é, em 2011 já tivemos uma cartinha pedindo pelo mesmo Vasco aqui no Resenha. Por incrível que pareça, os tempos eram outros e a cartinha mais agradecida do que pedia. Embora o Vasco estivesse voltando de um rebaixamento (em 2009), ele havia sido campeão da Copa do Brasil de 2011, tinha um time forte e muito competitivo e estava classificado pra Libertadores de 2012. A carta agradecia por tudo isso e só pedia por pés no chão e uma boa trajetória no ano seguinte.

Pois bem, hoje o cenário é um pouco, pra não dizer muito, diferente. Como vascaíno, chegou a minha hora de apelar para o bom e velho Noel. Então vamos lá:

Papai Noel,

Sei que você está cheio de serviço, por isso prometo que não vou me alongar nessa carta. Não quero que o senhor se encha de ler e pare no meio do caminho. E tampouco quero que você gaste muito tempo, leia tudo, ache tudo uma baboseira e não traga nossos presentes.

Ano que vem (mais uma vez) será um ano de provação pro nosso (o senhor também é cruzmaltino?) Vasco. Não quero pedir contratações milionárias e nem títulos. Só peço que o caminho seja encontrado novamente. Que o senhor ilumine a cabecinha do "nosso" presidente Eurico Miranda, que ele faça algo dessa vez, mas sem roubar. Que ele consiga trazer de volta o prestígio junto aos patrocinadores, aos investidores e aos jogadores. Que ele não compre briga que não levará a lugar nenhum.

Peço por uma estruturação completa do futebol. Nada de salários exorbitantes para jogadores que não respondem em campo. Um time razoável, combatente e que não brigue para não ser rebaixado. Jogadores que entendam a grandeza do time e faça "das tripas coração" para estar lá.  O meio da tabela, no ano que vem, já me satisfaz. Que haja uma estruturação completa, financeiramente falando. Dívidas equacionadas, certidões negativas, investimento de patrocinadores, cotas justas de TV. Se sobrar dinheiro, a gente reforma o estádio. Se não sobrar, não tem problema, depois a gente pensa nisso.

Não é possível, Papai Noel, não é possível que estou pedindo muito.

Boas entregas e muitas realizações, Noel da Colina.

Será que tô pedindo demais? Talvez sim, mas na dúvida, é melhor arriscar...

Até a próxima!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...