terça-feira, 25 de novembro de 2014

Será vergonha?

Fala galera! O Tombense se sagrou campeão brasileiro da Série D em 2014. Foi a primeira vez que o time da cidade mineira de Tombos, com população se aproximando aos 10 mil habitantes, disputa uma competição de nível nacional e logo de cara fatura o acesso e o título.

Muita gente elogiou a trajetória do time, também vi muitos comparando a pequena Tombos com grandes cidades com Juiz de Fora, de onde vem o Tupi, quadrifinalista da Série C de 2014. A maioria dizia que era uma vergonha para Juiz de Fora (ou para as outras cidades que foram usadas na comparação).

Pois bem...

Não acho uma vergonha para nenhuma dessas cidades, acho uma vergonha para o futebol brasileiro ter se corrompido a esses clubes de aluguel e a cidade de Tombos não tem culpa alguma no cartório, a culpa é de quem permite tais ações. No final de setembro já mostrei por aqui como eles funcionam e como os tentáculos dos empresários estavam cada dia mais cercando e enfrentando as regras da Fifa.

Diante dessa situação sou obrigado a concordar (sempre fui contra essa afirmação) com o que meu amigo Paulo Victor fala: a Série A deveria levar em conta a média de público dos times, time grande, que leva torcida ao estádio, não pode cair.

Talvez essa seja a única salvação do futebol... pelo menos aqui no Brasil.

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários:

  1. Mas eu não disse isso. Eu que sempre defendi é que as cotas de TV deveriam ser iguais para todos os clubes de uma mesma divisão, por entender que o futebol é o produto principal e os clubes são sub-produtos do produto. Mas essa é uma outra discussão. Agora, que eu acho péssimo equipes que não levam público ao estádio, que não acrescentam muita coisa ao torneio, eu realmente acho que quanto mais distante das divisões principais, melhor.
    Nunca serei á favor do "protecionismo".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você sempre citou o São Caetano como exemplo, que não podia um time de massa ficar de fora pra um time que não leva torcedor ao estádio.

      Sobre as cotas, sou 200% contra a igualdade... não há cabimento em você pagar o mesmo valor em um show do Paul McCartney e outro do Tirulipa...

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...