quinta-feira, 17 de julho de 2014

As vítimas do banco da seleção

Fala galera! Desde a Copa do Mundo de 2002, quando conquistamos o título, que nossa seleção vem trocando de treinador após terem más campanhas nas copas posteriores, sendo julgados culpados pelas eliminações. Após a perda da Copa de 2014 em casa, não foi diferente, Felipão foi demitido após a eliminação, sendo para muitos, o maior culpado da má fase da seleção.

Depois que Felipão venceu em 2002, Parreira assumiu o comando tendo em mãos Ronaldinho, Ronaldo, Kaká, Robinho e Adriano, todos no auge da carreira, principalmente Ronaldinho que era o melhor jogador do mundo no momento, era a favorita a levar o caneco da Copa de 2006, mas não apresentou um bom futebol e teve um final triste. Parreira teve 56 jogos no comando da seleção no período entre 2003 e 2006, foi um total de 31 vitória, 18 empates e 7 derrotas. Foi crucificado após a derrota por 1x0 para a França, ainda nas quartas de final da Copa do Mundo da Alemanha.


O sucessor de Parreira foi Dunga, contratado por suas características quando capitão na Copa de 94, o treinador foi alvo de muitas criticas durante todo período que estava a frente da seleção, principalmente por causa de suas convocações. O período do ex-jogador como técnico da seleção acabou depois da frustrante eliminação contra Holanda, quando o Brasil perdeu de virada por 2x1, na Copa de 2010, na África do Sul. Foram 60 jogos, 42 vitórias, 12 empates e 6 derrotas.


Para treinar a seleção em uma Copa do Mundo no Brasil, o técnico chamado foi Mano Menezes. Também com muitas críticas durante todo tempo no comando da seleção canarinho, mas Mano não aguentou a pressão até a Copa do Mundo, foi demitido em dezembro de 2012 dando lugar novamente para Felipão.

Chegou dando esperanças ao torcedor brasileiro, foram 29 partidas com 19 vitórias e a conquista da Copa das Confederações. No final mais uma eliminação em Copa do Mundo, dessa vez dentro de casa e perdendo por 7x1. E lá se foi mais um técnico crucificado pela imprensa e pelos torcedores .

Estamos aguardando pra saber quem será o próximo encarregado de tentar levar o Brasil ao Hexa. Será um técnico estrangeiro ou um brasileiro? Seja quem for, que faça júris ao país do futebol e que nos leve ao topo do mundo da bola novamente.
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. O pior é notar que não é um problema só quando perde... quando ganha também... de 74 pra cá, nunca um treinador teve continuidade na Seleção (Telê treinou em 82 e 86, mas no intervalo entre as Copas tivemos outros treinadores).

    Nós últimos 40 anos, apenas Dunga, entre 2006 e 2010, e Zagallo, entre 94 e 98, completaram o ciclo inteiro no comando.

    Coincidência ou não, foram os trabalhos com maior percentual de pontos conquistados....

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...