segunda-feira, 30 de junho de 2014

Metade já garantiu a vaga, a outra metade ainda corre atrás

Fala galera!

Costa Rica fez história e avançou às quartas de final
As oitavas estão a todo vapor e já chegamos ao 52º jogo da Copa, de um total de 64. O fim vai chegando e o cerco vai fechando. Equipes favoritas e sensações vão se despedindo e adiando o sonho de se tornar campeã mundial para daqui 4 anos, em solo russo.

Ontem tivemos mais duas partidas. Às 13h, em Fortaleza (CE), Holanda e México se enfrentaram. O México quase fez história e conseguiu alcançar sua melhor campanha em uma Copa do Mundo. Jogou bem, começou vencendo mas cedeu a virada aos holandeses nos últimos minutos da partida. Após sair vencendo com o gol de Giovani dos Santos, fez o que todo time faz para segurar o resultado: recuou e chamou o adversário pra cima. A virada aconteceu e os tequileiros deram adeus à competição.

Às 17h, foi a vez do jogo das zebras. Na Arena Pernambuco, o duelo foi entre Grécia e a badalada Costa Rica. O jogo foi um verdadeiro drama que só acompanhamos em tempos de copa do mundo. Os costa riquenhos fizeram 1 a 0 mas jogaram quase todo o segundo tempo com um jogador a menos, após a expulsão do zagueiro Óscar Duarte. Já nos acréscimos do segundo tempo, a Grécia - que sempre renasce das cinzas - conseguiu finalmente o gol de empate com Papastathopoulos. O jogo foi pra prorrogação e não houve alteração no placar. O goleiro da Costa Rica, Navas, que já havia sido herói durante dois ou três lances capitais durante a partida, manteve seu posto, defendeu um pênalti e garantiu a dramática classificação de sua seleção, na decisão por pênaltis. Mais uma página para a história do futebol da Costa Rica, que nunca havia chegado às quartas-de-final em uma Copa.

Valbuena é uma das esperanças para a classificação francesa
Hoje tem mais jogão. Teremos duas seleções campeãs mundiais em campo. Às 13h, a França volta com força total (após jogar com time misto contra o Equador) contra a Nigéria, que começou muito mal no seu primeiro jogo, mas depois fez duas partidas consistentes, contra Bósnia e Argentina. Será um jogo físico por parte dos africanos e técnico por parte dos europeus. Com a volta de Valbuena à equipe, acredito no avanço dos franceses às quartas.

Na outra partida, a tricampeã mundial Alemanha enfrenta a Argélia. Espera-se um jogo fácil para a Alemanha, mas a Argélia, assim como a Nigéria, fez uma estreia fraca (contra o Irã), mas depois melhorou bastante e fez boas partidas contra Coréia do Sul e Rússia. No entanto, ao enfrentar a toda-poderosa Alemanha, é bem provável que eles voltem ao mesmo esquema utilizado contra a Bélgica, a formação 10-0, jogando com todos os jogadores recuados atrás da linha da bola e saindo no contra-ataque. A Alemanha, por sua vez, com seu eficiente toque de bola, não deverá enfrentar muita dificuldade e garantirá sua vaga para as quartas, o que indicaria um clássico imperdível entre franceses e alemães.

O cerco tá fechando, falta pouco!
Vamos Brasil, rumo ao hexa!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Na torcida por um Alemanha x França!!! To com ingresso comprado pra esse jogo kkkkkkkkk

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...