terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Voltando aos velhos tempos

Em uma semana tumultuada por causa do julgamento de Flamengo e Portuguesa no STJD, nada mais justo do que aproveitar o embalo para criticar mais um dos regulamentos falidos (usando um termo que foi colocado à exaustão durante a semana) do Brasil, dessa vez dos estaduais.

Ano passado cutuquei o regulamento do Campeonato Catarinense, e o que falei que era possível de acontecer, acabou acontecendo. O Figueira ganhou os dois turnos, disparado, e perdeu a decisão para um time que terminou muito atrás na tabela.

Esse ano é a vez do Paulistão 2014. Talvez um dos regulamentos mais confusos e injustos que já tive oportunidade de ver. O formato de disputa é tão absurdo que o clube não joga hora nenhuma contra os clubes do mesmo grupo, ou seja, ele não pode definir em um confronto direto a vaga para a próxima fase.

Em resumo o campeonato vai ocorrer da seguinte forma:
 * 20 clubes foram divididos em 4 grupos com 5 equipes, sendo que cada um dos "grandes" (Corínthians, Palmeiras, Santos e São Paulo) ficará em uma das chaves.
* Os times de determinado grupo enfrentam os times dos outros grupos, ou seja, não há confronto direto entre as equipes de uma mesma chave. Cada equipe fará um total de 15 partidas nessa fase.
* Os 2 primeiros de cada chave avançam para as quartas.
* As quartas acontecem em jogo único, com o mando da equipe de melhor campanha na fase anterior, em caso de empate o jogo vai para a disputa de penalidades.
* Os 4 vencedores passam à semi, com o mesmo critério da fase anterior.
* A final acontece em dois jogos, com o saldo de gols valendo como critério de desempate. Caso persista a igualdade a decisão vai para os pênaltis. Não será usado os gols fora de casa como critério.

E o último item, o que me deixou mais abismado: as quatro agremiações que somarem o menor número de pontos na primeira fase caem para a Série A2 em 2015, independente do grupo.

Pois bem... é aí que mora o problema...

Vamos pegar um grupo como base, o Grupo A (São Paulo, Penapolense, Linense, Atlético Sorocaba e Comercial). Vamos imaginar que os times não façam boa campanha, percam a maioria dos jogos, no fim das contas poderemos ter os dois classificados do grupo, e ao mesmo tempo os 4 rebaixados. Já pensaram nisso?

Pois bem... a FPF tratou de se precaver, e vai levar pra próxima fase o melhor 3º colocado dos outros grupos caso os 4 rebaixados sejam de um mesmo grupo!

No fim das contas você disputa uma vaga na próxima fase com um time que você nem enfrenta e briga contra o rebaixamento com times que não são da sua chave. Que situação desagradável, que só é possível na cabeça de nossos cartolas, aqueles, que possuem imaginação maior que o bom senso...
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Isso vai dar muita confusão. Pode apostar. É impressionante a capacidade dos caras de fazerem uma coisa mais surreal que a outra. Quando o regulamento do catarinense parecia imbatível, aparece o do paulista.

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...