terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Eurico Miranda x Paulo André (ou vice-versa)

Ontem tivemos um embate que não se via a algum tempo no futebol brasileiro. Durante evento em São Paulo, o jogador Paulo André, do Corínthians e um dos líderes do movimento Bom Senso FC, fez um comentário sobre o período que jogou no Vasco da Gama, Eurico Miranda, ele mesmo, se revoltou e esculachou Paulo André. Não vou me preocupar em explicar sobre o evento, vamos colocar os pingos nos "is" somente sobre a discussão em si.

A discussão foi mais ou menos a seguinte:

Tudo começou com Eurico Miranda (o que ele fazia lá afinal?) tentando colocar a culpa pela péssima gestão dos clubes nos jogadores, que não aceitam ganhar pouco. Disse também que os jogadores gostam de alojamento com ar condicionado, querem luxo o tempo todo.

Paulo André rebateu, disse que quem inflaciona o mercado são os gestores, e reafirmou que o Bom Senso aceita que os jogadores ganhem menos. E completou explicando como as condições dos clubes brasileiros, principalmente das categorias de base, são ruins. Paulo André citou um período que passou na base do Vasco, em 2002, disse que morou com rato e com barata na época.

Pronto... já era o foco do evento... Eurico começou a "cuspir" e cutucou o jogador, dizendo que nesse período ele era o dirigente do clube e que isso não acontecia, reforçou que o Vasco é um clube com história e que deveria ser respeitado, que o clube é conhecido por revelar jogadores como Romário e Edmundo, e não "qualquer Paulo André".

Paulo voltou a dizer que não desrespeitou o Vasco, apenas contou um fato que aconteceu com ele, e que sabe que acontece em praticamente todos os clubes do Brasil.

A discussão foi essa, agora chegou a hora da minha opinião, afinal, o Resenha Esportiva tá aqui pra isso.


Eurico quer o holofote novamente, vai se aproveitar da situação que vive o Vasco no futebol pra tentar ser eleito, provavelmente. Ao mesmo tempo começa a se aproximar dos homens fortes que estão contra o Bom Senso, afinal, ele sempre fez muito bem esse papel de acabar com o futebol brasileiro. Como não vascaíno não posso falar muito sobre a "gestão Dinamite", mas posso afirmar que muito do que ele deixou de fazer é porque Eurico deixou a casa deveras desarrumada. Sobre a competência de Roberto, isso já é um outro assunto.

Paulo André é um cara bem articulado, pelo seu histórico em entrevistas que já acompanhei duvido muito que tenha inventado a história para cutucar o ex-dirigente. Durante sua fala, hora nenhuma desrespeitou o Vasco, pelo contrário, elogiou a história do clube, mas era necessário um exemplo para o caso, e nada mais justo que um exemplo em que ele próprio tenha vivido, sem precisar de declaração de outros. Vem liderando com louvor um movimento que nunca existiu no país.

Sobre o Bom Senso FC, ainda não formei minha opinião, vejo como algo positivo, mas também tenho minhas críticas como a forma de conduta até então, e sobre as propostas também. Em breve darei mais detalhes, assim que tiver uma posição 100% formada.

Por hoje é isso, não deixem de curtir nossa Fan Page do Facebook, tá rolando muita curiosidade sobre as Copas do Mundo por lá! E se querem mais detalhes sobre a discussão é só clicar aqui.

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Olá, Luiz!
    Só concordo com Eurico, quando ele diz "quem é Paulo Andre como jogador"? rsrs... Agora, sobre a gestão do Vasco, Dinamite foi eleito justamente para corrigir as lambanças de gestões passadas. Só que ele se revela a cada dia um mau gestor, é MUITO incompetente! É muito emotivo! Gestor, ou faz, ou não faz... Não tem meia conversa. www.assuntodofutebol.com.br

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...