quarta-feira, 20 de novembro de 2013

O azar de Mano

Fala galera! Já faz um tempinho que venho querendo escrever sobre isso, mas pelo fato de Mano Menezes ter saído do meu Flamengo, eu tentei evitar, já que como o nosso leitor é bem passional, poderia encarar o meu texto da mesma forma.

Mano assumiu a seleção em 2010, após a Copa do Mundo, foi muito criticado, perdeu a Copa América, as Olimpíadas (e quem não perdeu?), mas conseguiu formar uma base, tinha um time pronto pra Copa das Confederações e pro Mundial. Mas não resistiu... caiu...

Felipão assumiu, manteve praticamente o mesmo time, uma mudança aqui ou ali, no máximo, e faturou o título da Copa das Confederações logo depois. O trabalho do ex-treinador servia de marca de sucesso do sucessor.

Mano foi para o Flamengo, pegou um time desestruturado, teve tempo pra trabalhar, montou a base, formatou a equipe, mas um derrota para o Atlético Paranaense, de virada, em pleno Maracanã, e ele pediu as contas. Sim, o próprio treinador não aguentou a pressão, pediu pra sair.

Apesar dos resultados, eu via com bons olhos a sua permanência na Gávea, fazia um bom trabalho, a equipe ganhava corpo aos poucos, os jovens tinham suas oportunidades sem muita pressão, fazia tempo que o Fla não tinha um projeto na cabeça do treinador.

Com a queda a diretoria efetivou Jayme de Almeida, prata da casa como Carlinhos, Carpegiane e Andrade, e com ele, mesmo sem muita mídia, o Fla voltou a vencer, respirou na tabela do Brasileirão e agora joga a final da Copa do Brasil. Pode perder, claro que pode, mas mais uma vez Mano passa a ser questionado, porque com ele o time não vencia?

A verdade é que Mano fez bons trabalhos nos dois, Seleção e Flamengo, mas quando tudo parecia amadurecer, a nossa velha mania de não dar continuidade no trabalho o traiu.

Mano saiu pelas portas do fundo na Seleção, e saiu pelo sótão no Flamengo, talvez nunca mais tenha essas oportunidades na carreira, não nesses dois lugares, mas pra mim, tudo isso não passou de um grande azar (se é que podemos chamar assim essa cultura brasileira de trocar treinador a cada semana), sorte ele poderia ter jogando no www.jogosdecasino.pt, onde Mano e você podem ganhar um bolada, ou mesmo jogar grátis por diversão. Agora é hora do Flamengo sem Mano ter sorte contra o Furacão na final da Copa do Brasil.


Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Olá, Luiz!
    Pode ser tudo, menos azar! Essa cultua, "desgraçada", que insiste em perpetuar em nosso futebol, é um verdadeiro atestado de INCOMPETÊNCIA de quem gere/lidar o futebol. Que o diga seu Flamengo. www.assuntodofutebol.com.br

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...