segunda-feira, 11 de novembro de 2013

Brasileiros nas Copas do Mundo

Fala galera! Muito tem se falado nos últimos dias sobre Diego Costa, o brasileiro que se naturalizou (já?) espanhol e apesar de ter defendido a seleção brasileira por poucos minutos em dois amistosos, foi autorizado a jogar pela Espanha e foi convocado por Vicente del Bosque. O Resenha Esportiva mostrou os dois lados da moeda, um texto do Osmar, que defendia Diego, e um texto do nosso amigo Guilherme, que se mostrou se contra "esse tipo de contratação".

Eu demorei a definir minha opinião sobre o caso, ao mesmo tempo que eu me imaginava no lugar de Diego, sonhando jogar uma Copa, e sem chance no Brasil, como o Osmar colocou, eu também via o lado que o Guilherme falou, onde as seleções passaram a se tornar mercados. Analisando a convocação do atacante pela Fúria cheguei à minha conclusão: eu no lugar de Diego iria para a Espanha, mas eu no lugar da Fifa não permitiria.

Simples a minha explicação. Diego Costa jogou alguns minutos pela seleção brasileira e foi autorizado a defender a Espanha porque os jogos que ele disputou não eram considerados partidas oficiais, já que eram amistosos. Então agora, ele defende a Espanha em vários amistosos, sem nenhuma partida oficial, e vamos supor (hipótese zero de acontecer, mas só um exemplo) que na hora da convocação para a Copa ele chega a um acordo com Felipão e vem ao Brasil defender a amarelinha?

É permitido, o argumento brasileiro vai ser o mesmo usado pela Espanha, ele não jogou nenhuma partida oficial pela Fúria...

Com a opinião formada resolvi pesquisar quais outros brasileiros haviam se naturalizado e jogado por outros países, a lista é enorme, e passei a focar apenas nas Copas do Mundo, e pra minha surpresa tivemos ao todo 16 brasileiros que jogaram por seleções que não a nossa.

A história começou logo em 1934, Filó, o Anfilogino Guarisi, que jogava na Lazio, foi convocado e se tornou o primeiro brasileiro campeão do mundo, ao defender a Squadra Azzurra no Mundial daquele ano.

Em 62 a Itália nos tirou dois jogadores novamente: Mazzola e Sormani.

Depois veio Alexandre Guimarães, que foi o primeiro brasileiro a jogar contra o Brasil em Copas, quando defendeu a Costa Rica no Mundial da Itália, em 1990.

Em 98 tivemos Luis Olveira na Bélgica e Wagner Lopes no Japão. Em 2002 o Japão se abrasileirou de novo, com Alex Santos. Veio 2006 e o número cresceu, foram 4 brasileiros na Copa. Marcos Senna na Espanha, Sinha no México, Francileudo na Turquia, e Deco, que jogou por Portugal na Alemanha e em 2010, na África do Sul.

Pra encerrar a lista, tivemos ainda Pepe e Liédson por Portugal, Cacau na Alemanha, Marco Túlio Tanaka no Japão e Benny Feilhaber nos Estados Unidos, todos em 2010.

2014 chegou, já temos praticamente tudo definido, e assim como Diego Costa, poderemos ter ainda Marcos Gonzáles, carioca de nascimento, e chileno por adoção, disputando o Mundial em terras tupiniquins.

Provavelmente ainda veremos outros brasileiros, já que nosso celeiro não cessa, e aí vamos recomeçar a discussão sem nunca ter uma conclusão sobre o assunto.

Por hoje é só...

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...