quinta-feira, 28 de novembro de 2013

A última página da Enciclopédia

O dia 27 de outubro de 2013 será marcado por ser o dia em que uma história se encerra definitivamente. O dia em que a última página do último capítulo da Enciclopédia foi escrita. Nesse dia, o mundo do futebol perde Nilton Santos.

O jogador foi um dos poucos nomes que podemos dizer que realmente tiveram o devido reconhecimento após o encerramento da carreira. O Botafogo, único clube que defendeu, manifestava publicamente e com frequência o apreço pelo ex-jogador, que era figurinha certa em todas as grandes campanhas de marketing da agremiação. Mas esse carinho não ficava apenas nos bastidores. A torcida correspondia e da mesma forma apoiava o craque, que claramente se sentia acolhido.

Mas antes mesmo da identificação clubística exclusiva com o Botafogo, Nilton Santos sempre foi patrimônio da Nação Brasileira. Além de fazer pa
rte da equipe vice-campeã mundial em 1950, participou das Copas de 1954, 1958 e 1962, sendo que nessa última foi o protagonista do lance que poderia ter tirado o Brasil da competição. Após cometer uma falta dentro da área, de forma malandra deu um passo à frente e ludibriou o árbitro, que marcou a infração fora da área.

Encerrou a sua carreira em 1964, num jogo que o Botafogo venceu o Flamengo por 2 a 1, e passou a fazer parte de vez do Hall dos maiores craques do futebol mundial. Foi eleito pela FIFA o maior lateral esquerdo de todos os tempos.

E assim, o último verbete, da última página do último capítulo da Enciclopédia foi escrito. Descanse em paz, Nilton Santos!



Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...