segunda-feira, 28 de outubro de 2013

A irresponsável paixão e a paz entre as torcidas

Fala galera! Na semana passada tivemos a definição dos semifinalistas da Copa do Brasil, em um dos confrontos, Flamengo e Botafogo fizeram um jogo para quase 60 mil pessoas (em torno de 50 mil pagantes) no Maracanã. Um bom público para a situação atual dos clubes brasileiros. Há cerca de 10 dias o Osmar escreveu sobre as brigas entre torcidas, e é justamente nisso que vamos focar no post de hoje.

Um fato me chamou muita atenção nessa partida, e não foram as atuações de nenhum dos jogadores e nem mesmo dos árbitros. O que me deixou preocupado foi a irresponsabilidade de alguns dos torcedores do Flamengo.
Acreditem nessas imagens, ELAS SÃO POSSÍVEIS!

Com os ingressos do Setor Norte (destinado aos rubro-negros) e do Setor Leste (setor misto mas com um preço mais acessível) esgotados, alguns torcedores resolveram "se infiltrar" na torcida adversária, compraram ingressos para o Setor Sul (onde fica a torcida do Botafogo) e sem camisa foram para a partida.

Nada de mais, ninguém havia notado, até que saiu o primeiro de Hernane.

Claro, nenhum deles ficaria quieto na hora do gol, uma pessoa que se dispõe a pagar um ingresso no setor adversário é porque realmente é um apaixonado e não vai conseguir se conter. A torcida do Botafogo se revoltou e a polícia teve que intervir, retirando os aproximadamente 60 torcedores desse setor.

Fiquei sabendo que eles foram expulsos do estádio (não sei até que ponto isso pode ser feito) e não conseguiram ver o resto da partida.

Eu entendo que futebol deve ser levado como lazer, por mais paixão que tenhamos, temos que saber que uma hora vamos perder, outra vamos ganhar, e aquele nosso amigo que torce pro outro time deve entender o mesmo, vamos brincar quando ganhamos, vamos aturar quando perdemos. E assim temos que levar a vida, sem "ferro e fogo".

Porém, esses torcedores foram extremamente irresponsáveis. Era uma partida decisiva, só um passaria de fase, e provocar o adversário "em seu terreno" é algo extremamente perigoso. A situação poderia ter saído do controle da polícia, poderíamos ter uma batalha campal, um massacre dos torcedores provavelmente, e graças ao bom trabalho da segurança isso foi evitado.

Já fui ao Maracanã dezenas de vezes, inclusive levei meu filho, quando tinha apenas 8 meses (tem 1 mês isso), e nunca me envolvi em brigas por causa de futebol. Para terem uma idéia, deixei de ver partidas em bares ou com alguns amigos justamente porque preferi não ter problema com eles, já que alguns sempre "partiam pra ignorância", prefiro ficar no meu sofá (a não ser que eu vá ao estádio) com as minhas superstições.

Volto a insistir, temos que levar o esporte como lazer, um momento de descontração, mesmo que seja com paixão envolvida. Em um mundo onde o estresse se torna cada vez mais comum, tirar o momento de relaxamento para se estressar mais não é nada saudável.

Espero que torcedores tenha um pouco mais de responsabilidade ao entrar no estádio, e que as imagens que vimos nos últimos dias de união entre os atletas, se repita nas arquibancadas.

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Olá Luiz!
    Nunca bati boca com um torcedor rival. E olha que sou apaixonado pelo meu clube de coração. Não consigo entender de onde vem tanta imbecilidade por parte de muitos torcedores mundo a fora.... http://www.assuntodofutebol.com.br/

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...