quinta-feira, 12 de setembro de 2013

Fazendo hora extra

Quando eu critiquei calendário do futebol brasileiro a quase 1 ano atrás, eu tinha em mente o prejuízo que os clubes tinham ao ceder jogadores para as seleções nacionais em datas oficiais, já que são obrigados devido à data FIFA e ao mesmo tempo a CBF agenda jogos da Seleção Brasileira.

Ah, vai... Até que olhando bem, o Uruguai não é tão longe
Pois bem, dessa vez Botafogo e Corinthians, que se enfrentaram ontem no Maracanã, não quiseram ter prejuízos. Como se tratava de uma partida decisiva entre duas equipes que brigam na parte de cima da tabela, os esforços nos bastidores começaram a ser feitos. Depois de atuar por cerca de 15 minutos na partida amistosa entre Brasil e Portugal nos Estados Unidos, Alexandre Pato enfrentou as 10 horas de viagem de volta ao Brasil para participar do jogo no Maracanã. Já Lodeiro, jogador do Botafogo, havia defendo o Uruguai na partida contra a Colômbia válida pelas Eliminatórias Sul-americanas.

Pato ficou como opção no banco de reservas do Timão e entrou no início do segundo tempo, enquanto Lodeiro foi escalado como titular. O uruguaio participou da maior parte do jogo, até sair sentido câimbras já na reta final da partida.

Tudo bem, ambos foram coniventes, portanto a responsabilidade não deve recair apenas no colo de dirigentes. Mas a situação causada é sem sombra de dúvidas das mais grotescas que podemos observar. Do jeito que a coisa anda, não vou me espantar muito se vermos bola rolando pelo Brasileirão durante a Copa do Mundo do ano que vem...
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...