quinta-feira, 19 de setembro de 2013

A macumba do Jô - parte 1

O Atlético-MG estava mantendo um desempenho excepcional na Copa Libertadores, e Jô se sentia indignado por não ser lembrado nas convocações da Seleção:

- Pô, aí me complica, eu sou o melhor centro avante das Américas, faço gol decisivo e continuo sendo preterido na Seleção. Vou ficar de fora da Copa das Confederações! O que será que o Damião e o Fred têm que eu não tenho?

Nesse momento, eis que surge o capiroto, o coisa-ruim, o filho-de-chocadeira... Envolto em um odor de enxofre, ele pergunta:

- Realmente você quer entrar pra panelinha?
- Mas é claro, quem não quer?
- Posso te ajudar, basta que você coloque um frango com farofa na esquina à meia noite?
- Frango com farofa??
- É, acontece que eu to com uma fome danada...
Esse cara apresentou uma proposta indecorosa a Jô
- Tudo bem, na padaria lá do Horto tem um franguinho assado que é um manjar dos deuses!
- Deuses?!?! Deus que me livre!!!
- Calma, to querendo dizer que é bom...
- Ah, bom. Nesse caso, manda ver.

Então, Jô foi à padaria e comprou o frango. Ao chegar na esquina, o diálogo:

- To vendo que é bonito mesmo esse frango.
- Te falei, é coisa boa. Galinha preta de primeira.
- É, você ganhou a sua vaga na Seleção: “Preta veia, xalá xamão! Quem vai sentir dor é o Leandro Damião!”
- Leandro Damião?!?! Vou ter que pegar banco pro Fred??
- Mhuahahahahahaha!!! EU SOU MAU!!

Pouco tempo depois, Jô é convocado para o lugar o contundido Leandro Damião.

Semana que vem, a parte 2 da saga.

Clique aqui para ler
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...