quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Eurico que manda

Fala galera! As eleições do Vasco da Gama se aproximam, estão marcadas para 2014, e toda vez que se fala em eleição lá pelas bandas da Colina, aparece também o nome de Eurico Miranda. O ex-presidente cruzmaltino saiu do cargo em 2008, depois de 7 anos como mandatário do clube, mas promete retornar a cada tropeço do time de São Januário.

A carreira de Eurico se confunde com a história recente do Vasco, essa que é a verdade. Euricão começou no clube como diretor de cadastro aos 23 anos, em 1967, e de lá pra cá passou por vários cargos, chegando ao ápice nos anos 2000, como falamos.

Nesse período o Vasco conquistou praticamente tudo, foram Brasileiros, Cariocas, Libertadores, se transformou numa das potências do futebol brasileiro, e muito disso por causa de seu diretor. Mas nesse mesmo período o clube passou por vários problemas com imprensa, torcida, jogadores e principalmente, parceiros, já que o mesmo se mostrou, ao longo do tempo, uma pessoa "complicada" de lidar, sempre foi do tipo: aqui mando eu, ou faz do meu jeito ou pula fora.

Eurico brigou com a Globo, brigou com os clubes rivais, brigou com os jogadores, se bobear brigou até com o espelho, mas uma coisa não se pode negar, ele sempre foi apaixonado pelo Vascão, nunca deixou de levar o nome do clube por onde passou, seja nas horas boas, seja nas horas ruins.

Foi deputado por 2 mandatos, entre 94 e 2002, mas de lá pra cá não conseguiu mais se eleger, mesmo com todos os títulos vencidos pelo seu time. Era um sinal de que o torcedor não tinha mais em Eurico uma pessoa confiável.

Como presidente mandou fazer uma estátua de Romário, um de seus grandes aliados no clube, e um dos grandes desafetos de Roberto Dinamite, o atual presidente e grande ídolo da história do Vasco, o intuito foi de provocar seu rival nas urnas, já que Roberto tentava tirar Eurico a qualquer custo do cargo. Hoje Eurico faz parte do Conselho Deliberativo, foi eleito, e faz forte oposição ao mandato de Dinamite.

2014 é logo ali, e como falamos, o nome dele volta a aparecer como provável candidato pelo Grupo Casaca, um dos grupos políticos mais fortes do clube.

A chance de vitória existe, não é remota, resta saber se todo o trabalho que Dinamite vem tentando desenvolver no clube, já que pegou uma situação financeira extremamente complicada, vai ser jogado no lixo ou se Eurico dessa vez dará continuidade ao que seu sucessor/antecessor realizou.

Façam suas apostas.

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Um comentário:

  1. Boa lembrança, Luiz!
    Sabemos que Roberto Dinamite não é o culpado da mazela, é um bom moço, homem do bem, só que não basta apenas isso, tem quer ser articulado, fazer acontecer, criativo. Aí o jogador entra na justiça, é azucrinado por torcedores e alguns da imprensa... Quando Edmundo, entrou novamente na justiça para terminar de receber o restante do acerto. Vi alguns da própria imprensa carioca, ironizando a situação, dizendo se era o mesmo que tinha feito um jogo de despedida. O dia em que jogadores e torcedores iniciarem um boicote, aí vamos lembrar-nos da famosa frase do Alexandre Kalil: “Quem é o bagunceiro ou o bagunçado”. www.assuntodofutebol.com.br

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...