quinta-feira, 1 de agosto de 2013

Depois de tudo

Abel Braga: Saída pela porta da frente
Com a estreia de Luxemburgo no comando do Fluminense, coloca-se definitivamente um ponto final ao ciclo de Abel Braga. Um ciclo vitorioso, diga-se de passagem. Uma aposta audaciosa da diretoria que, na época deixou Enderson Moreira, um interino, no comando do time na reta final da Libertadores após a saída surpreendente de Muricy Ramalho.

Eu fiz uma resenha sobre o assunto, lembrando que na sua última passagem o clube o demitiu após uma série de 6 derrotas, mesmo sendo campeão estadual. Agora foram
um pouco menos impaciente com Abelão, que sendo campeão brasileiro viu sua demissão anunciada após uma série de 5 derrotas! E olha que a cultura da continuidade do trabalho está cada vez mais enraizada no futebol brasileiro... Tudo bem, de forma lenta, mas pelo menos vemos os tais projetos de médio prazo...

Apesar de ultimamente o time não ter um rendimento considerado aceitável, é bom lembrar que as sucessivas participações na Copa Libertadores com quedas nas oitavas-de-final (o que coloca o clube como um dos 8 melhores classificados), além de boas campanhas no Brasileirão e Estadual faziam pensar que essa fase passaria.

Apesar do próprio Abel afirmar que ele mesmo tomaria essa atitude (demissão do treinador), sabemos que esse trabalho precisaria de um final diferente, até mesmo para justificar a paciência na espera de 87 dias na ocasião da sua contratação. Particularmente penso que poderiam esperar pelo menos até o final do ano...
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...