sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Fim do Mundo! Pelo menos, se dependermos dos esportes...

Fala galera!


Aproveitando o ensejo do dia de hoje - datado pelo calendário maia como o último dia do mundo, o fim dos tempos, o encerramento de uma era ou o dia derradeiro do planeta - venho mostrar que, se depender do esporte em 2012, o fim da tudo está realmente próximo.

A Nasa e os cientistas evolucionistas já decretaram que não passa de boatos, mas vários fatos esportivos de 2012 vieram pra fortalecer a teoria de que o fim da vida está agendado e pede passagem. Selecionei abaixo alguns dos mais atípicos, algumas lendas que viraram realidade, alguns milagres que aconteceram e alguns mitos que perderam o posto.

1º: CORINTHIANS
Como todos sabem, se existia uma coisa impossível, era o Corinthians ser campeão da Libertadores. Não só foi, como foi para o Japão, enfrentou o até então favorito Chelsea e voltou de lá com o título de campeão mundial de 2012.

2º: CHELSEA
O Chelsea não está aqui por ter perdido a final do Mundial para o Corinthians, mas sim por ter vencido a Liga dos Campeões. Do mesmo bullying que o Corinthians sofria com a Libertadores, os Blues sofriam na Europa. Em 2012, não deu outra: Chelsea campeão da Champions League.

3º: LEBRON JAMES
Acabou, em 2012, a fama de amarelar na hora H de Lebron James, ala-pivô do Miami Heat. Além do título
da NBA, ainda foi considerado o MVP das finais e ainda levou pra casa a medalha de ouro nas Olimpíadas de Londres.

4º: ANDY MURRAY
O ano foi marcante e atípico também para Andy Murray. Rotulado de perdedor de Grand Slams, o britânico não só garantiu o troféu do Aberto dos EUA como também voltou de Londres com o ouro olímpico.

5º: THIAGO PEREIRA
Conhecido por ser vencedor de Pan-Americano,  torneios regionais e nacionais e pela fama de sempre ficar em 4º lugar nas competições internacionais que disputa, o nadador Thiago Pereira deu a volta por cima, deixou Michael Phelps para trás e ficou com a medalha de prata na prova dos 400m medley nas Olimpíadas de Londres.

6º: MANNY PACQUIAO
O filipino Pacquiao, também conhecido como Pacman, mostrou que ninguém é imbatível no boxe ao ser nocauteado recentemente pelo mexicano Juan Manuel Marquez. Ao ficar desacordado na lona por alguns minutos, cogitaram até a hipótese de que ele havia morrido com o nocaute.

7º: RICARDO TEIXTEIRA
Mais do que a quebra de um mito, este acontecimento foi de extrema importância como simbolismo do fim de uma era, de renovação. Após 23 anos no poder, Ricardo Teixeira renunciou definitivamente ao cargo de presidente da CBF, acabando com o período de "tirania", num país onde os dirigentes estão acostumados a perpetuarem por décadas nas instituições.

E esses foram apenas alguns exemplos do porquê os Maias acertaram em cheio na previsão do fim dos
tempos, sob a ótica esportiva. Tenho certeza que os amigos e leitores do Resenha têm muitos outros fatos
ocorridos neste ano que ratificariam essa profecia.

Um abraço e até a próxima!
Isso, claro, se houver próxima e o mundo não for pro beleléu hoje mesmo ¬¬
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários:

  1. E aê, beleza?!

    Por causa desses fatos, muitos acreditaram que o Fim do Mundo poderia acontecer este ano mesmo, rs.

    Abraços.

    Bola Furada d'Or 2012: É a vez de escolher a pior furada e o pior corte de cabelo

    ResponderExcluir
  2. Já que o mundo não acabou eu vou comentar aqui.

    Além disso tudo ainda teve a "vitória" de Thomaz Bellucci sobre Roger Federer no fim do ano... salvem os maias!!!

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...