domingo, 16 de dezembro de 2012

Do lixo ao luxo

Fala galera! O Corínthians se sagrou bicampeão mundial de futebol ao bater o Chelsea na final, 1x0, gol de Guerrero. Quem curte nossa Fan Page no Facebook acompanhou praticamente em tempo real. Normalmente não publicamos nada domingo aqui no Resenha, mas abriremos uma excessão hoje.

Esse título conquistado não começou agora... foi um planejamento de longo prazo, que se iniciou no momento mais triste da história alvinegra.

Começa o ano de 2007 e a parceria com a MSI que havia lhe rendido o título de 2005 termina. Junto com ela os ídolos Tevez, Mascherano, Roger e Gustavo Nery rumam pra outros cantos. Alberto Dualib, questionado pela parceria, abre mão do cargo de presidente que já ocupava há mais 10 anos. Andrés Sanchez, ex-aliado de Dualib, e na ocasião opositor ferrenho, vence a eleição e começa o que seria considerada a maior gestão da história do Timão.

Com muita reformulação a ser feita, com muitos garotos da base, o time cai para a Série B, mas como Sanchez prometeu, a volta por cima seria dada em breve...
Torres observa de longe a festa corinthiana


Uma reformulação enorme para 2008, com muita ênfase no marketing, o time perde a final da Copa do Brasil para o Sport, mas conquista a Série B com folga, 27 pontos a mais que o 5º colocado, e 17 a mais que o vice-campeão. No fim do ano é anunciada a contratação de Ronaldo, o Fenômeno.

Começa 2009 e o Timão já fatura de cara a Copa do Brasil, garantindo vaga na Libertadores 2010. Além disso fatura o Paulista com atuação de gala de Ronaldo nos jogos finais. Aos poucos o elenco vai sendo montado, Jorge Henrique e Alessandro já fazem parte do grupo, assim como Chicão.

Na Libertadores 2010 uma decepção, a eliminação precoce contra o Flamengo nas oitavas da competição e a perda do título brasileiro para o Fluminense. Mas o ano terminaria de forma positiva. Tite assumiu no lugar de Mano, que foi para a Seleção, e ainda teve o anúncio da construção de seu estádio em Itaquera. O mesmo sediará a abertura da Copa do Mundo 2014, um fato inédito já que o estádio ainda não está pronto.

2011 era pra ser o ano a ser esquecido, seria o ano mais complicado desde que o Timão caiu para a Série B. A eliminação para o Tolima ainda na Pré-Libertadores colocou em cheque a capacidade de Tite e do elenco, mas Andrés Sanchez era ousado, persistente, bancou o treinador e trouxe novos reforços para o Brasileirão. Título garantido, agora era a hora de conquistar de verdade a América!

Cássio, o herói, opera mais um milagre
Foto: Reuters
Com uma campanha irretocável, invicto, o Corínthians conquistava a Libertadores (e derrubava uma das grandes piadas esportivas) e partia para o Japão na expectativa de encarar o milionário Chelsea na final. O exemplo do Inter contra o Mazembe valeu, e Tite montou um time muito regular atrás, quase não sofre gols (foram apenas 4 na Libertadores e nenhum no Mundial), e veloz na frente.

Veio a decisão, nas casas de apostas o Corínthians pagava 4 pra 1, mas o "bando de loucos" que invadiu o Japão deixaria essas casas saqueadas por um bom tempo... 1x0, gol de Guerrero, aos 25 do segundo tempo, Cássio fazendo milagre várias vezes (já tinha feito isso na Libertadores) e o bicampeonato mundial vai para o Parque São Jorge.

No ano que o mundo vai acabar, tudo parece que conspira a favor do Timão... pelo menos, se acabar realmente, vai ter mais gente feliz do que triste, porque a Nação Alvinegra vai comemorar por muito tempo!

Banzai Corínthians!

Fui!
Comente via Blogger
Comente via Facebook
Comente via Google+

2 comentários:

  1. Luiz,

    Acredito que a arrogancia adotada pelo Chelsea foi determinante. Os caras entraram em campo achando que a fatura estava liquidada.


    Por outro lado, é preciso reconhecer o time comandado por Tite fez a sua parte. Emerson foi o nome do jogo.


    abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já vimos esse mesmo filme em 1981 e 2005 com o Liverpool entrando achando que o jogo tava ganho... Flamengo e São Paulo agradecem!

      Excluir

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...